sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Blogagem Coletiva - Cozinha de Bruxa



Era sábado e, depois de olharmos fotos da cozinha de bruxa da Marcia Frazão em sua página no Facebook, ficamos as três, eu, Babi e Iony, praticamente babando de vontade de mostrar nossas cozinhas também. Ficamos tão entusiasmadas que até ficamos marcando de ir até a casa da Marcia para conhecer a cozinha dela (rs).

Por ironia, acho que serei a última a postar minhas fotos nesta blogagem coletiva, pois combinamos de postar as fotos das cozinhas até o dia 31/12/2010 e só consegui me organizar para tanto exatamente hoje. (Aproveito e já desejo Feliz 2011 por aqui também!)

Uma outra ironia, porém mais grave, é que também acho que não sou uma boa bruxa de cozinha completa. Adoraria ser, mas não costumo cozinhar, acho que não me dou muito bem com as panelas. Mas é aqui que preparo meus chás, que seco minhas ervas, onde as armazeno, onde preparo meus blends de aromaterapia, faço minhas tinturas de ervas e, há alguns anos, ainda conseguia fazer meus sabonetes mágicos e até arrisquei a criar algumas velas.

Na primeira foto deste post, você pode ver minha panela mágica de pedra, meu potinho colombiano de vime cheio de alho (um dos ingredientes fundamentais da cozinha da bruxa) e uma das violetinhas que tenho espalhadas por toda a minha casa. Ah, sim, não posso me esquecer da porta, atrás da qual costumo deixar uma vassoura para que não cheguem visitas indesejadas.

Nas outras, abaixo, você vê algumas ervinhas secando em cima da mesa da cozinha, algumas das minhas ferramentas mágicas de herbalismo e, por fim, meu armário de ervas, do qual eu me orgulho muito e posso ficar horas e horas olhando para ele e/ou brincando com minhas ervinhas.










Para conhecer outras cozinhas de bruxa, clique aqui.

domingo, 26 de dezembro de 2010

Hibisco




Gênero: feminino
Planeta: Vênus
Elemento: água

O hibisco (Hibiscus sabdarrifa) é originário da Ásia (não confundir com o hibisco de jardim, que é o Hibiscus rosa-sinensis e não deve ser usado para fazer chás). Além de seu uso em remédios naturais, ele também é popular por suas lindas flores. Diz-se que, no Oriente Médio, o chá é usado para aquele pequeno mal-estar depois de se comer muito, além de ser utilizado em caso de gripes e resfriados. No Egito, segundo Scott Cunningham, diz-se que era proibido entre as mulheres por provocar a luxúria.

Poucas pessoas sabem, mas o hibisco possui muitos antioxidantes (em sua maioria flavonóides), que ajudam o corpo a neutralizar os efeitos negativos dos radicais livres, diminuindo, assim, o processo de envelhecimento, a possibilidade de câncer e melhorando a saúde de forma geral.

Veja a seguir mais alguns benefícios do hibisco:

1. Possui muita vitamina C, o que ajuda a aumentar nossa imunidade.

2. Controle do colesterol.

3. Diminui a pressão sanguínea.

4. Trata infecções respiratórias, por suas propriedades antibacterianas (alivia tosses, ajuda a combater a febre, cistite e doenças venéreas).

5. Estimula a perda de peso caso sejam tomadas de 1 a 2 xícaras por dia, graças a uma enzima que ajuda a quebrar açúcares e carboidratos complexos.

6. Diminui incômodos da indigestão; ajuda a aumentar o apetite e a melhorar a saúde em geral.

7. Ajuda a diminuir cólicas. Na Ásia, é usado como agente para diminuir menstruações muito abundantes, embora, em minhas pesquisas, eu tenha achado que o hibisco atua como emenagogo, ou seja, induz a menstruação.

8. O consumo regular de chá de hibisco diminui as chances de constipação e infecções na bexiga.

9. Ajuda a diminuir o estresse e estimula a desintoxicação.

10. O floral Hibiscus é indicado para mulheres que tiveram algum trauma sexual.

Para preparar o chá, use 2 colheres de chá de hibisco seco para cada 300 ml de água, deixe ferver por 5 minutos (coloque quando a água estiver prestes a ferver) e depois deixe descansar de 15 a 20 minutos.

Chafresco de Hibisco para o Verão



Quando chega o verão, não sei o motivo, mas sempre penso em hibisco. Sei que é um chá que se toma quente (inclusive ele tem uma cor vermelha, forte e quente) mas, depois que eu aprendi a fazer refresco de chá de hibisco, como se fosse um “iced tea”, eu gosto de associá-lo ao verão.

Para lhe encorajar a fazer essa receita, devo dizer que o hibisco tem bastante vitamina C, que aumenta nossa imunidade (e a de nossos filhos), e também a ajuda a diminuir um pouco o estresse.

Vamos aprender uma receitinha para fazer neste verão?

[Mas atenção: o hibisco (Hibiscus sabdarrifa) de que estamos falando não deve ser confundido com o hibisco de jardim, que é o Hibiscus rosa-sinensis e não deve ser usado para fazer chás). Para sua segurança, compre o hibisco em lojas de chá confiáveis].

Chafresco de Hibisco

Rendimento: 6 a 8 copos

Ingredientes

* 1,4 litro de água
* 3 colheres de sopa de flores secas de hibisco
* 2 pauzinhos de canela
* Açúcar (demerara ou mascavo) a gosto
* 1 limão ou 1 laranja (opcionais) com a casca *muito* bem lavada

Coloque a água no fogo e, quando estiver quase fervendo, diminua o fogo e coloque o hibisco e a canela. Deixe a água no fogo com o hibisco por mais alguns minutinhos, desligue o fogo, cubra a panela e deixe descansar por 20 minutos.

Coe e depois adicione o açúcar. Se quiser incrementar a receita, use fatias de laranja, mas coloque-as depois que o chá já tiver ido para a geladeira. Você pode enfeitar os copos com fatias de limão também.

DICA 1: Não deixe o hibisco ferver muito na água para “dar mais gostinho”, porque aí o que você pode ter é um chá mais amarguinho, isso sim. Se quiser mais sabor, coloque mais hibisco, mas não deixe ferver por mais tempo.

DICA 2: Esse “chafresco” (rs) se mantém por 3 dias na geladeira, mas eu recomendo que seja tomado no mesmo dia.

domingo, 19 de dezembro de 2010

A menstruação, por Z Budapest

Ei-la no seu civilizado escritório; à sua volta, papéis e telefones que não param de tocar. E, bem no momento que quer esquecer o corpo e penetrar no reino da mente, sente algo úmido e quente entre as pernas. Ficou menstruada.

A Mulher Selvagem está em pleno vigor. Tenho uma amiga, Margaret, que costuma pendurar um calendário na parede do escritório e assinalar os dias de seu período menstrual com lápis vermelho. Isto significa afirmar de forma respeitosa e enérgica: “Sim, eu fico menstruada”. Quando escondemos as coisas, elas parecem anormais. Mas se as encaramos abertamente, elas são aceitas com mais facilidade. Isso requer muita coragem.

Uma outra amiga, Lilian, reclamou que, toda vez que opinava com firmeza sobre algum assunto concernente ao trabalho, um colega a acusava de estar “naqueles dias”. Fazer comentários sobre o período menstrual sem nosso consentimento é assédio sexual. Quando os homens usam o sangue da sua menstruação contra você mesma, estão expressando o medo de sua natureza cíclica emocional feminina. Os dias do período menstrual são os melhores para realizarmos feitiços, porque nesses dias a Mulher Selvagem está mais forte. E você está cheia de energia emocional, o verdadeiro combustível da feitiçaria. Portanto, descubra um novo feitiço a cada menstruação e torne sua vida mais fácil.

Para regular o fluxo menstrual, tome chá de ervas, como confrei, mil-em-rama, camomila e o sempre indicado chá de framboesa. As lojas de produtos naturais sempre têm boas misturas de ervas próprias para esse período. Experimente-as, e você se sentirá muito mais animada.

No primeiro dia de menstruação, acenda uma velha vermelha e recite o seguinte encantamento:

Este é o sangue que dá vida,
Este é o sangue que contém a memória dos meus antepassados
Este é o sangue que vai curar minha alma
Este é o sangue da mãe que dá vida a todos.


Em seguida, tome uma xícara de chá de framboesa, visualizando o útero e os ovários cheios de saúde e bem-estar. Leve a vela para o banheiro e tome um banho quente; acaricie-se sob a luz rosada da chama. Quando estiver relaxada, repita:

Este é o sangue que me conecta à minha força
Este é o sangue da Deusa, que cura todas as feridas
Este é o meu sangue, o sangue do meu desvario
Eu dou à luz a mim mesma.


Celebre todos os dias da menstruação com banhos, palavras e chás quentes, durma em travesseiros perfumados e sonhe. Coma batata-doce assada para ajudar a equilibrar os hormônios. Sinta-se importante, conectada com a Lua e, portanto, com todo o universo.

BUDAPEST, Zsuzsana E. A Deusa no Escritório. Tradução Vera Palma. São Paulo: Summus, 1996, p. 21-22.

[Os grifos no texto são meus. Em relação ao chá de framboesa, uso o chá de amora. Caso queira ter acesso a arquivos sobre menstruação, associe-se à lista de discussão Ciclos Naturais Femininos enviando e-mail para ciclosnaturaisfemininos-subscribe@yahoogrupos.com.br]

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

LUA NOVA EM SAGITÁRIO – 5 DE DEZEMBRO DE 2010

Esta Lua Nova em Sagitário (signo de fogo) cria um portal de consciência que vem nos ensinar o significado da palavra expansão, ou seja, procurar novas idéias e territórios, novas descobertas. Por isso, viagens e estudos (tanto para aprender como para ensinar) são boas pedidas nesta Lua Nova.

Uma outra prática interessante é imaginar onde você vai querer estar daqui a 1, 5 ou 10 anos, focando nas áreas em que quer se aperfeiçoar. Imagine-se nessa realidade que você quer ver daqui a algum tempo.

Se você tem um negócio, por exemplo, foque em como expandi-lo (encontrar novos mercados, novas maneiras de trabalhar etc.).

Uma outra atividade indicada nessa Lua Nova é conseguir fazer uma conexão mais profunda com sua espiritualidade. É também um bom momento para estudar filosofia.

Na parte negativa, tome cuidado com gastos ou consumos exagerados de quaisquer tipos. Também tome cuidado com o que você deseja, pois os astros, deuses ou seja lá no que você acreditar, estarão lhe ouvindo atentamente.

Nesta Lua Nova, deixe para trás qualquer “bagagem” que lhe esteja muito pesada, principalmente as emocionais.

Em resumo: procure por novos horizontes, olhe sempre para frente, explore o mundo livremente e afaste-se de todas as formas de opressão.

Deusa para trabalhar nesta Lua Nova: Ártemis.

Planeta: Júpiter.

Danielle Sales

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Ervas e a menstruação

Sei que há um monte de apostilas por aí sobre ervas e a saúde da mulher, mas geralmente estão em outras línguas. Compilei aqui uma pequena lista, que fiz a partir da leitura do livro A Druid’s Herbal for the Sacred Year, de Ellen Evert Hopman. A lista está longe de ser abrangente, mas é uma pequena contribuição.

Queria dizer que, com certeza, há outras ervas que tenham a ver com o assunto, mas coloquei aqui somente algumas. Prometo um dia pesquisar sobre o assunto e escrever um posto mais completo.

A seguir, as plantas e seus efeitos no ciclo menstrual:

Carvalho
O carvalho branco (Quercus alba) é melhor que o carvalho comum (Quercus spp.) para ajudar na questão da menstruação irregular. Beba o chá ou tome a tintura.

Sálvia
Beneficia os nervos e também o ciclo menstrual.


Camomila

Ajuda as mulheres com cólicas. Experimente acrescentar fatias finas (e pequenas) de gengibre fresco ao chá.

Olíbano
Os chineses usam o pó de olíbano para fazer um chá que ajuda nas cólicas menstruais.

Angélica
Ajuda a menstruação atrasada a descer. Use a raiz da planta em forma de infusão ou tintura.

Mirra
Diz-se que o sangue que fica estagnado dentro do útero é removido por essa resina. Tem sido usada para menopausa, menstruação irregular e tumores uterinos.

Jasmim
Use o óleo essencial em massagem para aliviar cólicas.

Artemísia
Conhecido emanagogo, especialmente quando combinada com raiz de angélica.

Vermelha (Rubia tinctorum)
Ajuda a menstruação a descer.

Manjerona
Use o chá quente para aliviar cólicas.

Verbena
Ajuda a menstruação a descer. Promove uma “limpeza” nos órgãos sexuais femininos. Use a infusão ou tintura.

Salsinha
Ajuda a menstruação a descer.

Poejo
Remédio clássico para problemas menstruais. Use 2 colheres de chá para 1 xícara de água. Deixe descansar por 10 minutos e tome ¼ de cada vez (4 vezes ao dia).

Arruda
O chá quente ajuda a menstruação a descer. Pode-se usar qualquer parte da erva, com a planta seca ou fresca.

Anis estrelado
Ajuda a menstruação a descer.

Alcarávia
O chá feito com esse condimento diminui as cólicas e ajuda a menstruação a descer.

Alho
Para mulheres que têm muita acne durante a TPM, use mais alho na comida. Não sei dizer o motivo, mas a autora diz que o alho costuma funcionar melhor para as carnívoras do que para as vegetarianas. Se você fica muito nervosa durante esse período, use o alho com moderação.

Alecrim
Use no caso de dores violentas causadas por hemorragia uterina.

Damiana
Ajuda a regular o fluxo menstrual das jovens. Use 2 colheres de chá para 1 xícara de água. Deixe descansar por 10 minutos e tome ¼ de cada vez (4 vezes ao dia).

Hortelã
O chá ajuda a aliviar cólicas.

Visco-branco
Promove equilíbro hormonal se tomado diariamente por 6 meses. Também usado para diminuir fluxos muito abundantes.

Catinga-de-mulata
Use 3 vezes ao dia para ajudar a induzir a menstruação (principalmente junto com o poejo). Use a infusão feita com as folhas ou flores secas.

ATENÇÃO: ajudar a menstruação a descer, aqui, significa que a mulher não está grávida. Não tome os chás por muito tempo, sob o risco de ter sua menstruação desregulada ou sangramento em abundância.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

LUA NOVA EM ESCORPIÃO – 6 de novembro de 2010

Escorpião, um signo de água, vem nos ensinar um pouco nesta Lua Nova sobre o poder dos sentimentos. Engraçado, porque essa é uma coisa que eu vivo dizendo para mim mesma (e minhas terapeutas, ao longo dos anos, também): eu preciso aprender a sentir as coisas, e não engoli-las e acabar engordando com elas.

Talvez essa Lua Nova traga alguma luz para alguma questão que esteja “escondida” na sua vida, algo que ainda não tenha dito ou não tenha sido sentido. Escorpião pode nos ajudar a ver e sentir o que não estávamos conseguindo enxergar até agora. Talvez você também tenha algum problema com “líderes”, principalmente chefes (rs). Talvez você esteja tendo problemas para se tornar um líder.

Também é um momento para aceitar verdades e encarar sombras, fazendo delas não objetos de pavor, mas sim ferramentas para que possamos nos relacionar melhor com os outros e com nós mesm@s. Autosabotagem, dramas e julgamentos são temas que valem a pena ser pensados nesta Lua Nova.

Como sempre, na Lua Nova você pode (e deve) mentalizar seus objetivos, mas, com ela em Escorpião, certifique-se de que você está realmente bem antes de desejar algo. Deixar ressentimentos para trás pode ser uma boa ação antes de começar a criar algo novo. Rituais de limpeza também são recomendados antes de fazer seus pedidos.

Rituais com água são propícios para esta época, bem como aqueles no escuro. Dinheiro e trabalho são dois temas para se pensar. Reconecte-se com as deusas de seu coração (nesta Lua Nova em Escorpião, boas deusas para se trabalhar podem ser Ishtar, Perséfone e Ísis, por exemplo).

Ouvi dizer que, segundo uma certa data do calendário maia, que começou no dia 3 de novembro, esta Lua Nova em Escorpião tem o poder de energizar nossos pedidos em até um ano.

Escorpião, um signo de morte e renascimento, às vezes pede sacrifícios antes de conceder benesses. Pense nisso.

Favor não publicar este texto em seu blog ou lista de discussão sem autorização.

sábado, 30 de outubro de 2010

Blogagem Coletiva - Quem fala com você?

Este texto foi escrito de acordo com a blogagem coletiva proposta pelo blog Oráculos do Feminino.


Eu comecei cometendo o mesmo erro que quase toda bruxa iniciante comete: achando que a única maneira de me manter conectada ao mundo da divinação era o tarô. Que fique bem claro aqui que ele é um dos meios, e não o único. E ainda bem que eu percebi isso a tempo, ou teria me frustrado bastante por não ser boa de tarô.

Um pouco da minha história com os decks: como sou uma pessoa compulsiva, saí comprando tudo quanto foi tarô, tentando me conectar a um deles. Sei que esse é um processo natural, que a gente vai comprando um deck atrás do outro e, por fim, acabamos tendo afinidade maior por dois ou três. Foi o que aconteceu comigo e, com esta blogagem coletiva, tive o prazer de poder sentar no chão com todos os meus decks e fazer um balanço.

Dentro dessa proposta de achar que o tarô era pra mim, comprei o Tarô Mitológico, o Housewives Tarot, a caixa com o Curso Completo do Nei Naiff, o Tarô Zen do Osho, o Rider Waite, o Tarot of Mermaids [sobre o qual já escrevi aqui no blog], ganhei o Tarô Dourado do Botticelli... Mas, enquanto isso, eu, que sempre soube que minha praia era o feminino (por isso acabei entrando no mundo da bruxaria, e não ao contrário), eu também acabei encontrando alguns decks que me agradam muito, a saber:

Eu amo o Oráculo da Deusa. Não sei se porque foi meu primeiro, mas é um dos que mais uso. E também sei que ele não é um tarô, como logo as bruxas mais experientes vêm dizendo e apontando o dedo na sua cara (rs). Comprei também o Tarô da Deusa Tríplice, que segue quase a mesma linha que ele, mas não tem jeito, não me identifico de jeito nenhum.

O Motherpeace, que é o deck que mais uso hoje em dia, com o auxílio dos livros Mãe Paz e Rituals and Practices with the Motherpeace Tarot (o deck se encontra num lindo case de crochê que a Luciana Onofre me deu de presente!), não é o meu deck mais bonito, mas é um dos que mais me auxiliam em minha busca por autoconhecimento.

O The Wise Woman`s Tarot, da querida diânica Flash Silvermoon (este eu comprei primeiro que o Motherpeace. Pode ser considerado meu primeiro deck voltado exclusivamente para o feminino, se pensarmos que o Oráculo da Deusa é um oráculo, e não um deck de tarô), é muito bonito e suas imagens de mulheres fortes me agradam muito. Ah, e as cartas são bem grandonas!

O Daughter’s of the Moon [ver foto de duas cartas abaixo], criado pela também diânica Fiona Morgan, apesar de ter suas cartas redondas como o Motherpeace, possui uma arte muitíssimo mais sofisticada. Posso dizer, sem sombra de dúvida, que é deck mais belo que tenho.


Quando eu digo para as pessoas que o tarô não é para mim, é porque simplesmente sou incapaz de estudá-lo. Acho-o muitíssimo complexo e, por isso, sempre consulto os livrinhos que os acompanham, pois não consigo fazer uma interpretação sozinha. Isso, no entanto, não me impede de comprar tarôs que acho bonitos, como o Tarot of Jane Austen [na foto abaixo], o Tarot of Trees [sobre o qual já escrevi aqui], o The Goddess Tarot, o Barbara Walker Tarot e até mesmo um baralho da Frida Kahlo que comprei numa exposição (rs).




Além dos tarôs voltados para o feminino, que descrevi acima, tenho grande apreço por alguns que utilizo com o auxílio do mundo verde, que são o The Herbal Tarot, o Jardim Interior, que é um oráculo de flores criado por Denise Maria Cordeiro, e o Flowers of Love, este último um simpático oráculo, com belíssimas cartas, voltado para as questões amorosas, além do Tarô de Ceridwen, um oráculo com poucas cartas, criado pela minha inesquecível professora Teresa Modro. Dela, para consultas rápidas e preguiçosas de minha parte, uso ainda as Pedras de Brigid e as Pedras Rúnicas Celtas, que são peças de cerâmica esmaltada [veja foto a seguir].


Falei muito de tarô até aqui, disse que achava que eles não era para mim (apesar de eu ter um monte deles e usá-los, rs) e agora vou contar para vocês qual o oráculo mais querido, aquele do meu coração: as runas, visto que esse é o panteão com o que venho trabalhando há um tempinho. Tenho dois jogos, um feito pelo Maurício Ferreira, que é o que mais uso, e outro feito por outra pessoa, que uso menos. As do Maurício, feitas de cedro rosa, são meu verdadeiro xodó. As outras, apesar de estarem inscritas sobre sementes, não apresentam uma boa visualização dos símbolos com o passar do tempo, por isso as abandonei.

Essa é a ferramenta divinatória que escolhi para mim e que venho estudando, apesar de parecer que nunca conseguirei aprender tudo (exatamente como com o tarô, rs).

Para divinação, também uso flores, ervas e pedras. É quando a Green Womyn precisa estar ainda mais perto da natureza.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Quer ganhar essas runas maravilhosas?


Quer ganhar essas lindas runas, com esse saquinho fofo?

Para concorrer, você precisa seguir o blog Divine Gifts for Iris e, além disso, criar um post divulgando a promoção.

As orientações para o sorteio estão aqui:

http://irisawakened.blogspot.com/2010/10/iriss-first-giveaway.html

Boa sorte!!!

Tarot of Trees (Tarô das Árvores)

O Hierofante representado por um carvalho.


O verso das cartas...



Capa do livreto que acompanha o deck.




A face de algumas cartas.


Todas as cartas dipostas juntas.





Um dia, minha amiga Gabriela disse que tinha visto um tarô que era a minha cara. Fui correndo até o site indicado por ela e fiquei um pouco frustrada porque, apesar de já haver as cartas prontas nele, o deck ainda não estava disponível para venda.

Muito tempo depois, voltei ao site por curiosidade e o deck já estava pronto para ser despachado para quem se dispusesse a pagar alguns dólares. Quem conhece meu amor por árvores sabe que eu não hesitei em fazê-lo rapidamente.

Quando as cartas chegaram, eu tive duas impressões diferentes: primeiro, achei as cartas muito pequenas (elas medem 6 x 8,5 cm); em segundo lugar, eu as achei um tanto sombrias (principalmente com a temática outono e inverno), talvez pelas bordas negras de cada carta ou mesmo por conta dos tons arroxeados que dominam no deck.

Há algum tempo, Pietra comentou sobre o deck e eu disse que o tinha. Combinamos que eu tiraria algumas fotos, mas os compromissos da vida não me deixaram fazê-lo rapidamente. Hoje, após o trabalho, com o barulho da chuva vindo lá de fora e alguns trovões se fazendo ouvir, pude fotografá-lo.

Nas fotos, é possível visualizar o deck inteiro, o verso das cartas (belíssimo) e a carta O Hierofante, que é ilustrado por um belo carvalho. Também fotografei o livreto que acompanha o tarô, de uma delicadeza ímpar. O engraçado é que as cartas parecem mais bonitas e alegres no livreto!

Não posso terminar esse texto sem citar o nome da autora, Dana Driscoll. Ela criou o tarô porque passou a infância entre as árvores e, mais tarde, estudou druidismo. É claro que sua consciência ambiental também falou alto nessa empreitada.

São divinas as setenta e oito cartas, com um tipo de árvore representando cada arcano maior. Os arcanos menores também apresentam um padrão de cores apropriado a cada estação do ano/naipe (copas e primavera, paus e verão, espadas e outono, pentáculos e inverno). Também é marcante o uso de espirais em todas as cartas.

Para mais informações sobre o deck:

http://www.tarotoftrees.com/

http://www.aeclectic.net/tarot/cards/trees/



domingo, 24 de outubro de 2010

Ciclo de Cinema Feminino na Casa da Lagartixa Preta

Segundas-Feiras, às 19h (de 15 em 15 dias) - Gratuito!

25/10 - A Teta Assustada - Dir. Claudia Llosa (Peru/Espanha, 2009, 95 min.)

A história centra-se em Fausta (Magaly Solier), uma jovem mulher que (de acordo com suas crenças) têm uma doença chamada "teta asustada", uma doença rara, transmitida pelo medo e sofrimento de mãe para filho através do leite materno, porque sua mãe foi estuprada por terroristas em um momento muito difícil no Peru na década de 1980.

08/11 - Simone De Beauvoir, Uma Mulher Atual - (França, 2007, 52 min.)

Documentário de Dominique Gros. Sobre simone de beauvoir, escritora, filosofa e feminista francesa do século 20.
Suas principais obras: O segundo sexo (1949) uma profunda análise sobre o papel das mulheres na sociedade, a velhice (1970) sobre o processo de envelhecimento, onde teceu críticas apaixonadas sobre a atitude da sociedade para com os anciãos e a cerimônia do adeus (1981)onde evocou a figura de seu companheiro de tantos anos, Sartre.

22/11 - Clandestinas de Ana Carolina Moreno ( Brasil, 2006, 52 min.)

Trata-se do trabalho de Conclusão do Curso de Jornalismo da Universidade de São Paulo realizado por Ana Carolina Moreno, em 2006. Traz um panorama da situação da ilegalidade do aborto no Brasil, tendo como perspectiva a atuação do movimento de mulheres.

06/12 - As 13 Rosas - Dir. Emilio Martínez-Lázaro (Espanha, 2007, 124min.)

É um drama que tem lugar na primeira fase do regime franquista, em que treze jovens mulheres são acusadas de terem participado de um atentado contra Franco, na Espanha. A maioria pertencia às Juventudes Socialistas Unificadas.
A obra é uma adaptação do livro de Carlos Fonseca Trece rosas rojas (Treze Rosas Vermelhas).

---------------------------------------------------------------------

Atividades Fixas da Casa da Lagartixa Preta:
.
- Horta Agroecológica da Casa
Manejo da horta e jardins da Casa, todos os domingos e quintas-feiras, a partir das 9h
.
- Almoço Grátis e Bicicletada
Toda PENÚLTIMA sexta-feira do mês
Coleta de alimentos da feira (na rua da Casa), preparo, almoço e limpeza coletivos, a partir das 12h.
Concentração na PRAÇA (do ciclista-massa-crítica-bicicletadaABC), retorno no cruzamento da rua cel. Alfredo Flaquer com a rua Luis Pinto Fláquer - proximo a padaria central, em Santo André. Às 18h30
.


Endereço:
Rua Alcides de Queirós, 161, Bairro Casa Branca, Santo André, SP
(à 12 minutos da Estação de Trem Pref. Celso Daniel Santo André e próxima a Eletropaulo e SENAI)

www.ativismoabc.org
www.fotolog.com/ativismoabc
ativismoabc@riseup.net

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Meninas, meninos e a educação


Eu sou uma pessoa que está constantemente em crise com conceitos e estilos de vida. Se, por um lado, isso é ruim, por outro é muito bom, porque, como já dizia o Raul Seixas, "eu prefiro ser essa metamorfose ambulante" (e é por isso que tem gente que odeia libriano: dizem que nós somos "vira-casaca").

O fato é que eu sou feminista desde que me entendo por gente. E eu vivo explicando pros outros que eu não sou anti-homem, que eu gostaria que chegássemos num patamar de igualdade, com salários iguais, nível de exigência igual etc. Será que eu deveria me chamar, então, "igualista"?

Por que estou dizendo isso? Porque há algum tempo, no jornal, li que "meninas de apenas 4 anos se acham mais inteligentes que meninos", segundo pesquisa da Associação Britânica de Pesquisas Educacionais. Até aí, tudo bem: homens e mulheres têm suas peculiaridades e eu acho que, quando aprendermos a viver bem com elas, o mundo será um lugar melhor.

O que me incomodou nesse artigo é que "os professores têm expectativas mais altas para as garotas, crença que acaba sendo passada para os alunos e pode afetar seu desempenho".

Espera aí! Sou mãe de um menino. Não quero que os professores dele achem que ele não é capaz ou que sintam pena dele achando que ele é menos esperto do que uma menina.

Quero uma sociedade em que todos possam viver com mais igualdade, e não uma em que os preconceitos, de uma hora pra outra, se invertam.

O trabalho de pessoas como Guacira Lopes Louro, que trabalha com questões de educação e gênero, que tenta mostrar como não agir com preconceitos em sala de aula em relação às meninas, irá por água abaixo se apenas colocarmos os meninos "na bola da vez".

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Lua Nova em Libra (7/10/2010)

Libra governa a casa 7, que inclui todas as relações significativas, até mesmo os inimigos. Por isso, nesta Lua Nova em Libra, eu lhe pergunto: qual das suas relações parecem fora de ordem? Este é um bom momento para agir com o objetivo de trazer o equilíbrio para seus relacionamentos, pois estará aberta uma grande porta para cura destes. E, por falar em cura, acho que também é um grande momento para tentarmos melhorar nosso relacionamento com a natureza.

Mas não pense apenas nos relacionamentos externos. Pense também em como você está se relacionamento consigo. Veja como está sua auto-estima e o que você pode fazer para melhorá-la, pois, antes de tentarmos melhorar nossas ligações com os outros, precisamos ter equilíbrio em nossa relação primordial, que é com nós mesm@s. Massagens, ou apenas um sabonete cujo cheiro lhe agrada, podem fazer parte de seu ritual de Lua Nova em Libra, lembrando-lhe que você é verdadeiramente importante e pode fazer coisas para se agradar.

Este é um momento de esquecer o que já passou e dar continuidade a sua vida, algo que, em minha opinião, é algo não somente bom para você mesm@ como também para seus relacionamentos.

Parcerias no trabalho também estão em alta nesta Lua Nova em Libra.

sábado, 25 de setembro de 2010

Motherpeace - Carta da Lua Cheia em Áries

Nessa última Lua Cheia, quis saber sobre os rumos do meu trabalho, e eis que sai o Quatro de Copas do Motherpeace:

"O Quatro de Copas representa o momento de esclarecer, refinar e apurar até obter a verdade singela. Os sentimentos estão feridos e as coisas parecem não ir bem [acertou!]; então é chegada a hora de averiguar o que há de errado e transformá-lo. A personalidade precisa despir-se e submeter-se a uma purificação. A figura da carta parece ter voltado as costas a nós como que rejeitando ajuda exterior - tem de fazer o trabalho sozinha.

"A água do rio que corre para o oceano será seu auxílio. Com cuidado, toca com os pés a água fria da corrente e começa a vadear, permitindo que a torrente purifique e revitalize suas emoções. Provavelmente, ao concluir o ritual de purgação, deitar-se-á sobre a areia tépida e imaginará novas oportunidades.

"Ela ingressou num período de incertezas, como o local em que as águas do rio e do oceano se encontram, o ponto em que a água doce remoinha no sal. Essas épocas podem ser utilizadas para reavaliarmos nossa vida e nossos relacionamentos. Se houver lágrimas, elas cairão despercebidas na água, permitindo o livre fluxo dos sentimentos que curarão todas as feridas. Dando tempo ao tempo e atinando para o que se passa conosco, a confusão vai se dissipando, a claridade retorna."

Do livro "Mãe Paz", de Vicki Noble, publicado pela Editora Nova Era em 1998.





sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Jardinagem e Primavera

É primavera
Conheça as flores que são a cara da estação
http://delas.ig.com.br/casa/jardinagem/e+primavera/n1237776119484.html


Os aromas da primavera
Aproveite a estação para deixar a casa naturalmente perfumada
http://delas.ig.com.br/casa/jardinagem/os+aromas+da+primavera/n1237774681164.html


Jardim pronto para a primavera
Saiba como deixar suas plantas prontas para a estação mais florida do ano
http://delas.ig.com.br/casa/jardinagem/jardim+pronto+para+a+primavera/n1237774659793.html


O barato da primavera
20 opções de flores para deixar a casa florida com menos de R$ 15
http://delas.ig.com.br/casa/jardinagem/o+barato+da+primavera/n1237776790673.html#11

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Firebird, de Igor Stravinsky

Quando meu filho nasceu, chegou em casa, por meio de alguém que não lembro, um VHS do filme Fantasia 2000, da Disney. Fui criada pela minha mãe para não gostar da Disney (só da Turma da Mônica, rs), mas mesmo assim assisti à fita várias vezes com ele.

Um dos trechos me chamou muito a atenção, e eu ainda nem sabia que eu era bruxa. Foi a parte da primavera, com a música colossal "Firebird", de Igor Stravinsky. Desde esse dia, eu celebro a chegada da primavera com esse vídeo, mas esta é a primeira vez que compartilho isso aqui no blog.

Esse vídeo sempre me faz chorar. Ele me faz chorar porque me dá esperanças. Porque, depois de todos os maus momentos, podemos ter esperança de que dias melhores e mais cheios de sol virão. De que podemos ser seres humanos melhores.

Para vocês, leitores e amig@s, deixo uma FELIZ PRIMAVERA. Que todos possam se renovar!

video

sábado, 18 de setembro de 2010

Faxina de Primavera 4




Agora que você já limpou sua casa, que tal limpar seu corpo, que nada mais é do que sua primeira e primordial casa? Sim, você também pode fazer uma faxina de primavera em seu corpo!

Para começar, antes de tudo, quero dizer que não sou fã dessas intoxicações radicais, conforme escrevi num post antigo, Crianças e chás. Não faça loucuras, jejuns sem orientação ou algo do tipo, pois pode ser perigoso para sua própria saúde.

Vamos lá: durante o inverno e o outono, costumamos comer mais e, por isso, nosso corpo tem chances maiores de apresentar mais toxinas. Uma das maneiras de nos livrar das toxinas é "limpando" nosso fígado, com ervas como dente-de-leão, por exemplo.

Algumas dicas para limpar seu organismo:

1) Beba bastante água todos os dias, ainda mais se vc mora em cidades poluídas e secas, como São Paulo.

2) Siga uma dieta com alimentos das mais variadas cores. Coma frutas e legumes, prefencialmente da estação e, se for possível, orgânicos. Bardana é um ótimo desintoxicante do fígado.

3) Receba massagens, usesaunas, tome banhos de ervas. Ao tomar banhos de ervas, faça uso de visualizações e imagine toxinas e pensamentos ruins saindo de seu corpo. Depois, visualize seu corpo, já limpo, sendo protegido. Ervas para os banhos de limpeza: dente-de-leão, alho, tansagem, cáscara sagrada. Note que essas ervas são para uma limpeza mais física. Para limpezas espirituais, tentarei escrever um outro post.

4) Evite tomar café e ingerir açúcar ou álcool uma semana antes do Equinócio de Primavera.

5) Faça algum tipo de exercício físico.

6) Durma ao menos 8 horas por noite.

Espero que, com essas dicas, você entre na Primavera, dia 23 de setembro, com as melhores vibrações!!!!!

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Faxina de Primavera 3



Neste post, vou falar de como fazer a limpeza de sua casa utilizando "cheirinhos", que podem ser óleos essenciais, incensos, ervas ou defumações. Afinal, não é de hoje que sabemos que, nas antigas culturas, alguns odores poderiam mudar completamente o ânimo das pessoas e até mesmo aumentar a percepção destas.

A seguir, apresento alguns óleos essenciais e suas correspondências:


*Lavanda: relaxante, calmante, limpa e purifica.

*Limão: estimulante, refrescante, anima, limpa e diminui o estresse.

*Alecrim: protege, purifica, refresca e estimula a mente.

*Bergamota: refresca, anima, diminui tristeza e depressão, além de ansiedade e estresse.

*Sândalo: relaxa, purifica e equilibra as emoções.

*Gerânio: anima e dá suporte para fortes energias.

*Laranja: anima, revitaliza e diminui a insônia.

*Junípero: purifica profundamente, limpa, protege e clareia a mente.

Óleos essenciais são caros e você não precisa usar somente eles para limpar sua casa. Você pode comprar incensos ou mesmo fazer um chá forte da erva e usá-lo para limpar o chão ou gavetas, por exemplo (mas não use o mesmo pano para passar no chão e nas gavetas, por favor - rs).

Uma coisa que adoro fazer é um chá bem forte de alecrim, que jogo na água do balde e enxaguo o pano de chão. A sensação é de que sua casa está sendo inteirinha purificada pela erva.

Também gosto de jogar água quente na lixeirinha da cozinha e pingar nela 3 gotinhas de óleo essencial de tea tree. Desinfeta e deixa um cheirinho de limpeza bem gostoso.

Experimente!

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Livros da viagem ao México







E a viagem de trabalho ao México rendeu a compra de dois livros... Não estava nos planos visitar uma livraria, mas "encontrei" uma no meu caminho e só pude ficar lá dentro pouco mais de 5 minutos, pois aquele passeio não estava nos planos da pessoa que me acompanhava.

Apesar da curta estada, considero o saldo positivo. ;-)

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Lua Nova em Virgem - 8 de setembro de 2010

Esta é uma lua para se pensar em auto-cura, por meio de temas como nutrição, exercícios, equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, como iniciar hábitos saudáveis e continuar mantendo-os, medicina preventiva e conexão entre corpo e mente.

Pelo que pesquisei, também é uma lunação dirigida ao trabalho e à perfeição (e este é um conceito que podemos discutir aqui, no espaço para comentários: o que é perfeição para você? Ela é boa para as mulheres ou para os homens? Como você lida com ela?).

Em resumo, a Lua Nova em Virgem é boa para:

- Estudar, aprender, treinar e transformar suas paixões em ações práticas
- Aprender sobre ervas medicinais de cura
- Aprofundar-se nos mistérios antigos
- Focar no seu auto-aperfeiçoamento
- Renovação

Deusas para se trabalhar nesta lunação: Perséfone / Mulher Que Muda (Changing Woman)

Virgem também representa o nosso GPS interno, sincronizando o corpo e a mente, e uma sessão de yoga, uma refeição saudável ou uma massagem seriam formas apropriadas de celebrar essa Lua Nova.

A seguir, três dicas para a Lua Nova em Virgem, retiradas do blog My Magickal Musings, de Stella Seaspirit:

- Mantenha-se consciente em relação ao momento presente. Como está se sentindo? O que está pensando?

- Comece a identificar onde você está neste exato momento. Não foque no ontem, no ano passado ou em dez anos atrás. Escreva um parágrafo sobre quem você é agora.

- Aonde você quer chegar, seja em questões de saúde, na sua vida pessoal, espiritualmente, no amor, socialmente ou na sua carreira?

terça-feira, 7 de setembro de 2010

1ª Semana Cultural das Árvores - Setembro de 2010

Foto de Maria Dilma Kohl

VEJO VOCÊS LÁ!!!!

Setembro é um mês importante para chamarmos a atenção do público em geral para a sustentabilidade. No dia 21 de setembro é comemorado no Brasil o Dia da Árvore; no dia 22 comemora-se o Dia Mundial Sem Carro, e no dia 23 começa a Primavera.


Para celebrar essas importantes datas, entre os dias 21 e 26 de setembro será realizada a 1ª Semana Cultural das Árvores, com diversas atividades como caminhadas, observação de pássaros, danças circulares e plantio de árvores em diversos pontos da cidade. Segue release do evento:


O Árvores Vivas, que visa orientar e divulgar informações e curiosidades sobre as árvores nas cidades, criou e organiza a 1ª Semana Cultural das Árvores (http://semanaculturalarvores.wordpress.com), evento que acontece de 21 a 26 de setembro de 2010, no Parque da Luz e região, Praça do Ciclista e Praça Rafael Sapienza na Vila Madalena. Contando com o apoio de iniciativas como o Movimento Bandeirante, Pedal Verde, Fauna Florensis e da consultora Sandra Siciliano.

Com o lema LUZ + VERDE, a primeira Semana Cultural das Árvores busca fortalecer o pilar ambiental da cidade, promovendo vivências de apreciação e conhecimento sobre a natureza. A partir do principio “cuidamos melhor daquilo que conhecemos”, o evento traz diversas expressões culturais e conhecimentos sobre as árvores nos grandes centros urbanos e abrange o dia da árvore (21), dia mundial sem carro (22) e o inicio da primavera (23).

A maior parte da programação acontece no Parque da Luz, considerado o parque mais antigo da cidade. Inaugurado em 1825, era ponto de encontro de famílias, palco para festas, saraus e bandinhas que se apresentavam no coreto.

São diversas atividades de integração como:

PASSEIO VERDE,
1.o PIC NIC DE TROCAS DE MUDAS E SEMENTES DAS ESTAÇÕES,
ENCONTROS COM OS CUIDADORES DO VERDE DA CIDADE,
AÇÃO LIMPE O MUNDO DO MOVIMENTO BANDEIRANTE,
PLANTIO DE ÁRVORES,
CUIDADOS COM A PRAÇA DO CICLISTA,
PEDAL VERDE,
OBSERVAÇÃO DE AVES NO PARQUE DA LUZ,
EXPOSIÇÃO DE FOTOS
FRUTOS E SEMENTES DAS ÁRVORES DO PARQUE
FOTO, PINTURA, DESENHOS E ARTE INSPIRADA NAS ÁRVORES DO PARQUE,
DANÇA CIRCULAR,
CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS

Serão cerca de 36 mil freqüentadores usuais por semana no Parque da Luz, além do encontro na Praça do Ciclista, localizada na Av. Paulista, e plantio do pau-brasil, na Praça na Vila Madalena, com a presença do artista plástico Vitor Matuck.

CONTATO MAIORES INFORMAÇÕES:
JULIANA GATTI PEREIRA – 9502.7947 juliana@arvoresvivas.com.br

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Faxina de Primavera 2

Olá, querid@s! Desculpem-me pela demora para postar, mas estou viajando a trabalho e só agora consegui parar para escrever um pouquinho (são duas da manhã e preciso estar de pé daqui a exatamente quatro horas!).

Por aqui, durante a semana que passou, andei faxinando os armários, doando roupas, sapatos... E vocês? Conseguiriam iniciar a faxina de primavera?

Depois de fazer essa limpeza em seus armários, limpe sua casa: os quartos, o banheiro, cozinha, aquele quartinho da bagunça, quarto das crianças, garagem, sala etc.

À medida que for limpando cada cômodo, vá imaginando que está limpando o local não apenas física, mas também espiritualmente. Capriche nessa limpeza, não vá colocando sujeira para baixo do tapete. Não engane a si mesm@.

Para fazer essa limpeza, você pode utilizar produtos não não fazem mal para a saúde e para a natureza. Sabão caseiro, água, bicarbonato de sódio, vinagre, suco de limão e óleos essenciais de limão e tea tree (melaleuca) podem ser grandes alidados na sua "faxina verde".

Você sabia, por exemplo, que o vinagre branco mata bactérias e vírus, além de tirar mofo?

No site http://www.ipemabrasil.org.br/receita.htm, você encontra várias receitas de produtos de limpeza ecológicos.

domingo, 22 de agosto de 2010

Faxina de Primavera - Passo 1



A primeira vez que ouvi falar de spring cleaning (faxina de primavera) foi na letra de Stairway to Heaven, do Led Zeppelin (“It's just a spring clean for the may queen”). É um costume americano, mas não vejo motivo pelo qual não o adotarmos, como seres mágicos que somos, procurando sempre uma vida melhor para nós e para aqueles a quem amamos. É tempo de nos prepararmos para o Equinócio de Primavera, que traz a vida nova, inícios.

Quando você limpa sua casa, está limpando seu santuário. Seus feitiços ficarão melhores, pois você não terá por perto um monte de lixo para bloquear energias. Suas emoções também ficarão melhores, como consequência dessa faxina e dessa “tiração” de lixo da sua frente e da sua vida. Considere-a um processo de renascimento!

Um monte de bagulhos em sua casa atrai pó, que, por sua vez, traz problemas respiratórios para você e/ou para alguém de sua família, principalmente para crianças. Psicologicamente, a bagunça nos faz ficar irritad@s e tens@s. Então para que manter em casa um monte de coisas que não nos servem mais?

Segue, então, uma lista de atividades para a próxima semana:

1) Limpar os armários e retirar roupas que não são mais usadas há muito tempo. Faça uma doação!

2) Organize suas revistas. Experimente, por exemplo, guardar somente aquele artigo de que gostou tanto em vez de toda a revista. Recicle-as!

3) Separe aqueles livros que tem certeza de que não vai mais ler e doe-os para uma biblioteca ou para algum asilo.

4) Vá para o banheiro e jogue fora todos os remédios cuja data de validade estiver ultrapassada. Pessoalmente, não jogo remédios no lixo, pois tenho medo de alguma criança, em um aterro sanitário qualquer, ter acesso a eles e ingeri-los. Jogo tudo no vaso e dou descarga. Minha avó quem me ensinou.

Livre-se do que não precisa mais. Organize o que ficou. Siga rumo a uma nova vida!

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Faxina de Primavera 2010



Depois de uns três anos me preparando, eis que finalmente vou começar uma série de postagens relacionadas a como fazer uma faxina de primavera. Isso significa que vou dar dicas para você entrar nessa estação do ano com o pé direito, aproveitando toda a energia que a primavera pode proporcionar.

Seguindo o blog, até o dia 21 de setembro (daqui a um mês), você encontrará dicas para limpar sua casa, sempre com a ajuda das ervas e plantas, e os comentários de tod@s serão muito bem-vindos.

Ajudem a divulgar a ideia, escrevam textos a partir das experiências de vocês, deixem comentários e façam sugestões. Não quero ficar "falando" sozinha aqui, hein? (risos)

domingo, 1 de agosto de 2010

Girassol



Pra mim, domingo tem cara de três plantas: alecrim, sálvia e girassol. E é sobre esta última que vou escrever um pouco hoje.

Nome científico: Helianthus annuus

Partes usadas: flores, folhas, caule, raiz e sementes.

Origem: América do Norte

Gênero: masculino

Elemento: fogo

Planeta: Sol

Deusas: Sunna e Amaterasu (só lembro dessas... Se você lembrar de mais alguma, por favor, deixe um comentário neste post).

Aplicações mágicas: nos templos astecas dedicados ao Sol, as sacerdotisas carregavam girassóis e os usavam-nos como coroas. Como símbolo do Sol por excelência, essa flor significa o ego saudável, a sabedoria e a fertilidade solar. Outros significados são fama, sucesso, sorte e felicidade.

Para se proteger contra a varíola, esses povos antigos usavam sementes de girassol ao redor do pescoço, quer em uma pequena bolsa, quer pendurados em forma de um colar.

Diz-se que, se você cortar um girassol ao entardecer, enquanto pede um desejo, ele se tornará realidade antes que o sol nasça novamente - contanto que o desejo não seja muito grande (rs).

É também uma erva da felicidade. Coloque um debaixo da sua cama quando quiser saber a verdade. Ele também realiza desejos. Aquele ou aquela que forem ungidos com o suco do caule do girassol serão virtuosos.

Quando ingeridos, os girassóis ajudam a mulher a engravidar. Na Hungria, por exemplo, acredita-se que a semente do girassol cure a infertilidade e diz-se que, se forem colocads sementes desta planta na beira da janela, em uma casa onde exista uma mulher grávida, o filho será homem.

Se houver girassóis crescendo no seu jardim, ele estará protegido contra pragas e trará sorte para o jardineiro. Creio que esta crença se originou pelo fato de o girassol impedir o crescimento de ervas-daninhas onde ele está presente.

Para aqueles que estão lidando com a depressão ou tristeza, o girassol
ajudar a preencher a solidão e o vazio com luz. Esta linda flor também protege contra energias negativas. Seu óleo pode ser usado para consagrar vestes rituais.

Para os cristãos, esta flor é o símbolo da Páscoa.

E, se você quiser dicas de plantio, consulte o site Jardim de Flores. Para os mais curiosos, existe a National Sunflower Association.

Fontes de pesquisa:

Scott Cunningham, Cunningham`s Encyclopedia of Magical Herbs.

Gerina Dunwich, Herbal Magick.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Girassol

domingo, 18 de julho de 2010

Mais um livro para trocar: Fórmulas Mágicas, do Dr. Alex Botsaris


Pessoal, tenho mais um livro de ervas para trocar. Trata-se agora de Fórmulas Mágicas, do Dr. Alex Botsaris. É um livro imenso, com quase 800 páginas, e está esgotado na editora.
Quem tiver interesse deve escrever para doitherself@gmail.com

Presentes para a Green Womyn

Semana passada meu companheiro voltou de uma viagem pela Europa, a trabalho. Como ele me conhece melhor do que ninguém, olhem os mimos que me trouxe de lá...





Ele trouxe outras coisinhas também, mas, por enquanto, esses são os presentinhos que gostaria de compartilhar com vocês: deusas e chás, duas das minhas paixões.

Na primeira foto, as duas Vênus: a de Milo e a de Botticelli. Lindas, lindas, lindas. Já posso imaginá-las em meu altar, cheias de pérolas... (Aliás, uma delas já "participou" de um altar meu, em homenagem ao elemento água.) Sempre quis tê-las, mas essas são mais do que especiais, pois foram adquiridas no Museu do Louvre.

Na segunda foto, cinco latinhas de chá, cada um mais delicioso que o outro. Quando o chazinho acabar, ficam as latinhas, que são lindas. Nunca tinha ouvido falar do Kusmi Tea, mas eles me parecem ser bem comuns na Europa.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

LUA NOVA EM CÂNCER - 11 de julho de 2010

Neste mês, a Lua Nova entra em Câncer, um signo de água, ou seja, pura emoção. É o momento para a mulher se conectar com sua família, suas raízes, com quem veio antes dela, suas ancestrais. É um bom momento também para proteger sua casa. A palavra-chave desta lua, para mim, é sentir-se acolhida. Acolhida por sua família, por seu parceiro ou sua parceira, acolhida pela vida. Lembre-se sempre de que você é uma filha da Deusa, é amada por ela e está no caminho certo.

Este é um bom tempo para “nos limparmos”, visto ser a Lua Nova aquela dos inícios, e justamente em um signo do elemento água. Um bom exercício, nesta lunação, é tentar diminuir nossos medos e nos reconectar com nossos verdadeiros sentimentos.

Além da Lua Nova, temos um eclipse. Como sabemos que os eclipses são sempre eventos poderosos, você também pode aproveitá-lo para meditar sobre sua vida: você está fazendo aquilo que sempre quis? Sim? Não? Por quê? Não se esqueça de que esse eclipse será um evento altamente transformativo, em que energias masculinas (Sol) e femininas (Lua) se misturam. Segundo alguns astrólogos, os efeitos desse eclipse se estenderão por três anos, e sua principal mensagem é a da felicidade como ferramenta de integração social (o que, em minha opinião, tem tudo a ver com a visão, no primeiro parágrafo deste texto, de se sentir amada e acolhida, o que, para mim, são os primeiros passos para a felicidade).

Como exercício para esta Lua Nova, sugiro dois exercícios:

1)Escrever uma carta para sua mãe dizendo a ela como se sente hoje e agradecendo por tudo de bom que ela lhe fez, não importa o quê.

2) Fazer uma lista com três coisas que sua mãe lhe ensinou e que você gostaria de passer adiante para uma nova geração.

Reconhecer o feminino em nossa própria linhagem, em minha visão, é um ótimo exercício diânico.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Mitologia Comparada - Aegir e Poseidon


Achei um documento na Web chamado “GREEK MYTHOLOGY COMPARED TO NORSE MYTHOLOGY”, de de autoria de Gareth Long. Nele, são feitas comparações entre as principais deidades nórdicas e gregas.

A partir de hoje, começarei a traduzir algumas dessas comparações (apenas para meus estudos) e elas serão compartilhadas com vocês aqui no blog.

Espero que gostem!



AEGIR

Aegir é o deus do mar, também conhecido como Hler. Aegir era muitas vezes chamado de governante do mar na Edda Poética. Ele era uma personificação do oceano, seja ele para o bem ou para o mal. Foi esse deus quem provocou tempestades com sua raiva, e os Skalds (poetas vikings) disseram ter visto o choque de um navio com as “enormes mandíbulas de Aegir" quando ele naufragou. Dizia-se que frequentemente Aegir aparecia coroado com algas e sempre rodeado por ninfas e sereias, em seu próprio salão.

Ran foi a esposa (e irmã) de Aegir. Eles tiveram nove filhas, que eram as ondas; todos os seus nomes são nomes poéticos para ondas. Aegir também fabricou cerveja para os deuses e, por isso, todo inverno os deuses bebiam cerveja em sua casa. Ele era, portanto, famoso por sua hospitalidade. Foi colocado ouro no chão de sua sala para que houvesse luz, em vez de se acender o fogo. Assim, o ouro foi denominado “incêndio Aegir”.

Os copos no salão de Aegir estavam sempre cheios e recarregavam-se magicamente.

Os marinheiros temiam Aegir e pensavam que, por vezes, ele surgia do fundo do mar para destruir os navios na superfície.

Os primeiros saxões faziam sacrifícios humanos a um deus do mar, que possivelmente seria Aegir.



POSEIDON


Poseidon é o irmão de Zeus e Hades. Depois da derrubada de seu pai, Cronos, ele tirou a sorte com Hades e Zeus para decidir quem dominaria qual parte do mundo.

Como prêmio, Poseidon se tornou o deus do mar e, portanto, foi amplamente venerado por marinheiros. Poseidon foi o segundo mais poderoso deus, perdendo apenas para Zeus.

Ele era muito brigão, ganancioso e teve muitas disputas com outros deuses, principalmente quando tentava assumir as cidades deles. Poseidon ficou conhecido pela criação do cavalo. Sua arma e símbolo é o tridente,que pode abalar a terra e destruir qualquer objeto.

Ele era muito querido por alguns, mas não por todos.


COMPARAÇÃO


Aegir e Poseidon, sendo ambos os deuses do mar em suas respectivas mitologias, tinham algumas outras similaridades. Ambos eram temidos pelos marinheiros, e essa situação remonta à tese de que uma das funções principais mitos era explicar o inexplicável.

Uma vez que ambas as sociedades eram marítimas, esses deuses devem ter sido muito importantes. Este é o caso dos mitos gregos, mas, para os nórdicos, Aegir não parece ser uma figura tão uma figura importante.

Os nórdicos também tinham um deus para a praia e as águas da costa: Njord, que parecia mais importante para eles. Assim, será que os vikings não achavam Aegir importante ou será que eles achavam ter um controle tão suficiente sobre os mares e os navios que não precisavam temer Aegir? Esta segunda questão pode ser muito verdadeira, pois os vikings conseguiram alcançar a América do Norte bem antes de Colombo e, para tanto, eles tinham de ter algum controle sobre os mares...

O Oceano Atlântico, cruzado pelos vikings, é maior e muito mais formidável do que o Mediterrâneo, o maior corpo de água viajado pelos gregos.

Também é importante notar que Aegir era considerado um deus muito hospitaleiro, e Poseidon era visto como muito rude e ganancioso.

Outra semelhança entre os dois é o fato de que ambos tinham um grande e elaborado palácio no fundo do oceano.

Tradução: Danielle Sales (junho de 2010)

sábado, 19 de junho de 2010

O Poder das Ervas - Troca de livros


Olá, pessoal!

Apesar de a imagem acima não estar lá grande coisa (rs), estou postando a capa deste livro aqui para o caso de alguém estar querendo fazer uma troca.

Tenho duas cópias dele e gostaria de trocar esta.

Escrevam para doitherself@gmail.com caso tenham interesse.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Lua Nova em Gêmeos – 12 de junho de 2010

Nunca uma Lua Nova teve tanto a ver com o momento que estou vivendo! E só posso dizer que estou muito feliz com tudo isso!!!

Se esta lua nova pudesse ser definida em um verbo, eu diria que ele é “aperfeiçoar-se”. Signo de ar e da inteligência, Gêmeos nos incentiva nos estudos, nas novas idéias e tarefas.

A Lua Nova em Gêmeos é considerada uma Lua relacionada ao trabalho. Caso esteja precisando de uma promoção, ou mesmo ter idéias mais criativas no trabalho, essa é a Lua Nova certa para você começar a colocar em prática tudo com que você sonha.
Lua boa para pessoas curiosas, que estão estudando alguma coisa. Mas também devemos ter cuidado com as distrações (olha o signo do ar aí, gente! rs). Por exemplo, quando vamos pesquisar algo na Web, atualmente, é fácil nos distrairmos e nos afastarmos de nossos objetivos.

Nesta Lua Nova, você pode se preparar para o inesperado, mas também para as brincadeiras. É um bom período para unir-se a redes sociais.

É a hora de testar coisas novas, de brincar, de dançar e rir alto. Também costuma ser um tempo de mudança.

Embora esta Lua Nova esteja prometendo muita ação, é bom sempre lembrarmos que precisamos também de um pouco de calma, de meditação e de cuidados com nós mesm@s. Nunca é demais ser curios@ em relação a você mesmo e tentar entender seus sentimentos e suas ações.

Danielle Sales

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Menstruator Extraordinaire, um fanzine



Vem da minha adolescência minha paixão por fanzines. Quem me conhece há bastante tempo sabe que sempre gostei de lê-los e, mais ainda, de fazê-los. E foi por causa deles que comecei meu ativismo menstrual, embora quem me conheça há menos tempo ache que foi por causa de minhas incursões pelo sagrado feminino.

Pois há alguns meses achei um fanzine sobre menstruação num local que nunca imaginei que fosse encontrar: no site de artesanato Etsy.

Lá tomei contato com o trabalho de Jamie Schlote, uma norte-americana que fez um trabalho para a faculdade e apaixonou-se pelo tema. Não apenas fez seu trabalho de conclusão de curso sobre menstruação como criou um zine e também um site, que há bastante tempo não é atualizado.

O zine, com suas 38 páginas, é muito informativo, embora os textos se repitam muito para quem já está acostumado com o tema. A autora começa com a história da menstruação, define o conceito de menstruação radical e faz pequenos comentários sobre as opções de produtos menstruais, todos com um toque muito pessoal (o que, a meu ver, é o diferencial do fanzine). Esta parte cobre a maior parte do material.

No meio, como já é clichê em relação ao assunto, há um molde para que se possa fazer seu próprio absorvente de pano, mais ecológico do que os vendidos em farmácias etc. Não falta aquela tabelinha que compara os custos entre os tipos de absorventes e os gastos por ano.

Outros itens comuns são a tabelinha para marcar a menstruação, opções sobre o que fazer com seu sangue e o texto “If Men Could Menstruate”, da feminista Gloria Steinem.

As partes que achei mais interessantes estão no final do fanzine. Primeiro, trata-se da resenha do filme The Period. Não encontrei o filme no Brasil, mas ele é vendido na Amazon. Segundo, há resenha de três livros interessantes, sendo um deles o maravilhoso "Cunt", da Inga Muscio.

Se quiser uma cópia, entre em contato com a Jamie: jamie.scholote@gmail.com

Danielle Sales

domingo, 23 de maio de 2010

Meu altar para Freya

Via de mão dupla - Sobre relacionamentos

Há algum tempo, estava tendo problemas de relacionamento e o texto abaixo caiu em minha caixa de e-mails como uma luva. A autora dele é a Kátia Horpaczky, e você pode ler outros textos dela no Roda da Vida. Agradeço a autora por autorizar a publicação de seu texto neste blog (os grifos são meus).


Via de mão dupla

As nossas relações de amizade, de trabalho, familiar e relações românticas podem ser exemplificadas em três tipos:

1) É uma via de mão dupla: Há envolvimento, troca, cumplicidade e companheirismo.

2) É uma via de mão única: Você torce para que as coisas mudem, para que haja uma chance de troca, de cumplicidade.

3) É um beco sem saída: Você tem relacionamentos que gostaria de terminar, mas acha que não consegue cortar a ligação por alguma razão, medo de perder, de se libertar.

Todos nós temos relacionamentos que não “servem” mais. Talvez essa seja a hora de limparmos os relacionamentos que não tem nenhuma esperança de continuidade, de troca, de envolvimento. Nem todos os relacionamentos dos quais nos livramos são negativos. As pessoas não são 100% negativas, às vezes é a combinação entre nós que não dá certo. O problema é que essas ligações podem nos levar a uma posição negativa.

Se compreendermos esta idéia, poderemos perceber e identificar essas relações, e o por que de estamos nos agarrando a um relacionamento, uma pessoa ou situação que não serve mais para nós, esteja certo de que a pessoa de quem você está escolhendo terminar a relação e se afastar SERÁ ótima para outra pessoa. Outro(a) amigo(a). Outro colega de trabalho. Outro(a) namorado(a).

Seja um relacionamento romântico, de trabalho ou de amizade, se soubermos que não serve mais para nós, está na hora de ter coragem para romper, seguir em frente, se liberar e liberar a pessoa.

Aproveite esse artigo e nesse dia, nessa semana, observe sua ligação com as pessoas. Faça um plano para despertar a reciprocidade nas vias de mão única: toda via de mão única pode ser transformada em via de mão dupla, você merece. E quanto aos relacionamentos sem saída, lembre que, ao se agarrar a eles, você está impedindo que outras pessoas consigam o bem que realmente merecem através dessas ligações. Libere-os.

Tudo de bom,

Katia Horpaczky
Consultório de Psicologia - Roda da Vida
(11) 5573-6979 cels: (11) 9234-1498 - 8534-9911
www.rodadavida.com.br

Nova Jornada



O Seis de Bastões é uma carta alegre, expansiva e cálida; um emblema do poder criativo pessoal. É a imagem arquetípica de Shakti, uma representação visual da pura energia radiante ígnea que emana do centro do poder. Uma roda de seis raios que representa os quatro elementos, mais a mente e o corpo, a imagem de Shakti inspira-se nos ícones indianos de deidades com múltiplos braços. Nas mãos segura seis bastões, cada um encimado por um símbolo diferente: os quatro naipes do tarô (ar, água, fogo e terra) mais o sol e a lua. O leão e a salamandra representam seu lado ígneo; o polvo e a serpente, seu receptivo centro aquático. Estar centrada no fogo, uma vez que ele emana desse centro, constitui uma grande vitória momentânea.

A vitória aconteceu, e Shakti é a vencedora; ela irridia bem-estar. A personalidade assume aqui o comando da intuição e sabe exatamente como lidar com ela. Autoconfiança é a característica principal presente. A liderança brota da paixão pela vida e é preservada em perfeito equilíbrio. Em decorrência disso, a figura acha-se centrada na glória.


Eu tb agradeço a Iony, a Freya, a Afrodite, a Urze e a Hathor. Ao prazer, ao riso e à sexualidade.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Lua Nova em Touro

Esta Lua Nova nos fala sobre conexões e sobre como apreciar a beleza natural. Nesse tempo em que andamos tão conectados, por meio da internet, é bom parar de vez em quando e apreciar as belezas naturais que a Mãe Natureza nos oferece sem custo algum.

Também é um tempo de reavaliar relacionamentos, sejam eles pessoais ou profissionais. Jogue fora aquilo que já não lhe serve mais. Também é um bom momento para avaliar questões financeiras e posses em geral. Gastar é bom, mas aproveitar aquilo que você já tem é ainda melhor. Tome cuidado com seu dinheiro.

Pessoas que esperam por “aquela” mudança há anos poderão tê-las agora, já que elas serão rapidamente catalisadas neste nosso outono. Muitas pessoas também receberão toques para “acordar”, principalmente aquelas que estão muito apegadas a situações e sistemas que já não lhe servem mais.

Bom momento para trabalhar com Vênus e Afrodite. Como Touro está relacionado a terra, Gaia também é uma boa opção.

Texto por: Danielle Sales

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Teste - Você sabe cuidar do jardim?

Hoje, 3 de maio de 2010, foi publicado no site Delas, do IG, um belo teste intitulado "Você sabe cuidar do jardim?".

As perguntas são interessantes e referem-se ao básico sobre o que uma pessoa deve entender em termos de jardinagem.

Para fazê-lo, clique aqui:

http://delas.ig.com.br/casa/jardinagem/voce+sabe+cuidar+do+jardim/n1237601335062.html

Meu único senão me relação ao teste é que, apesar de o resultado classificar a pessoa como Senhora do Jardim, Estagiária de Estufa, Aprendiz de Jardineiro e Exterminadora de Plantas (rs), ele não deixa claro o que a pessoa errou, ou seja, perde uma grande oportunidade de, além de ser divertido, ser também instrutivo.

Espero que esse erro seja corrigido em breve e que, mesmo assim, você tenha momentos agradáveis aliados à verificação dos seus conhecimentos!

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Hortelã-pimenta 2

E, agora, algumas receitinhas com óleo essencial de hortelã-pimenta.

Sempre soube que esse OE é bom para dor de cabeça, mas, pesquisando sobre a hortelã-pimenta esses dias, descobri que os efeitos contra a dor de cabeça são potencializados se unirmos a este óleo essencial o de eucalipto. Lembre-se de que ambos os óleos essenciais devem ser diluídos em um óleo vegetal. Feito esse procedimento, é só aplicar a mistura nas têmporas de hora em hora até que a dor passe.

A segunda receitinha é para aromatizar ambientes. Para criar uma atmosfera "festiva", bem social mesmo, use óleo essencial de laranja, hortelã-pimenta e sálvia esclaréia no difusor.

Espero que tenham gostado das dicas!!!!

Hortelã-pimenta 1


Nome científico: Mentha piperita.

Partes usadas: folhas, flores e óleo essencial.

Planeta regente: Mercúrio.

Energias: sexo, purificação e cura.

Propriedades: diaforética, carminativa, nervina, anti-espasmódica, anti-emética, anti-séptica, digestiva, estimulante da circulação, antibiótica, tônica amarga, febrífuga, anti-inflamatória, relaxante, colagoga, anestésica, refrescante, analgésica, antimicrobiana, aromática, descongestionante, desodorante, lipolítica e repelente.

Magicamente, o chá desta erva pode ser bebido como parte de rituais de purificação. Ela também aumenta os poderes espirituais.

É vermífuga (ajuda a eliminar principalmente lombrigas), além de aliviar asma e bronquite. Versátil, é usada para ajudar na digestão e em problemas de pele. Boa para gripes, flatulência, dor de cabeça, indigestão, náusea e queimaduras de sol.

Estimula o fluxo de sucos gástricos, promovendo a transpiração e auxiliando no combate contra a gripe e a febre. No verão, aquece e, no inverno, esquenta. Mantém a mente alerta por aumentar o fluxo de sangue para o cérebro.

As propriedades descongestionantes dessa erva ajudam a eliminar o catarro. Em caso de sinusite ou resfriado, a inalação com óleo essencial facilita a desobstrução. Também relaxa e diminui a dor em caso de cólica estomacal, má digestão, dor de cabeça e artrite.

Como parte de tratamento de beleza, é indicada no rosto, para peles oleosas, acneicas e envelhecidas, como loção pós-barba (usar o chá no rosto, não o óleo essencial - ver as contra-indicações no fim deste texto) e, como compressa, para olheiras e inchaço nos olhos.

Nos banhos de imersão, que devem ser quentes, a circulação é estimulada. Os banhos refrescam, descongestionam e limpam a pele.

Por fim, trata picadas de inseto e auxilia em tratamentos contra caspa.

Contra-indicações: não ofereça a erva a bebês (apesar de algumas pessoas indicarem a erva para cólicas em crianças). Evite o uso se estiver amamentando. Nunca aplique o óleo essencial de hortelã-pimenta no rosto ou em mucosas.

Fontes:

CUNNINGHAM, Scott. Enciclopédia de Wicca na Cozinha. São Paulo: Ground, 1994.

FORÊT, Rosalee de la. Healing Herbs eBook, 2010 edition.

MCINTIRE. 100 Receitas de Saúde – Ervas Medicinais. São Paulo: Publifolha, 2006.

NEGRAES, Paula. Guia A-Z de Plantas: Beleza. São Paulo: Bei, 2003.

Livros plantados - Robert The

O artista Robert The conseguiu unir duas coisas que amo: as plantas e os livros. Veja as fotos abaixo!




Fonte: http://www.bemlegaus.com/2010/03/livros-plantados.html

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Gengibre



Características mágicas: sucesso, dinheiro, prosperidade.

O gengibre (Zingiber officinalis, da família Zingiberaceae) é um antibacteriano, antiviral, estimulante circulatório, anti-inflamatório, diaforético, anti-espasmódico, anti-emético, antifúngico, anticoagulatório, carminativo, antiartrítico, analgésico e antitussígeno.

Vem da Ásia e as partes mais utilizadas medicinalmente são o rizoma e o óleo essencial. Não há nenhuma contra-indicação ao seu uso externo. Já internamente, o gengibre não deve ser coonsumido por pessoas que têm problemas na vesícula biliar ou sangram com facilidade, pois é um potente estimulante circulatório.

Nos banhos de imersão, o gengibre ajuda a tonificar o corpo. Como óleo de massagem, aquece a musculatura e alivia dores musculares. Em forma de cataplasma, ele cura feridas.

No passado, o gengibre foi considerado um recurso importante para as mulheres que não podiam ter filhos. Na China, de acordo com Richard Webster (2008), gengibre com vinho quente é servido às mulheres que deram à luz seu primeiro filho.

O gengibre é muito conhecido por ajudar a aliviar náuseas, principalmente em mulheres grávidas (embora também seja indicado em casos de enjôos matinais, náuseas induzidas por quimioterapia ou náuseas pós-operatórias).

Também é muito bom para resfriados, e descobri o gengibre alivia as cólicas uterinas e abdominais, além de ser um emenagogo, o que significa que ajuda a descer a menstruação atrasada.

terça-feira, 30 de março de 2010

Reflexão do dia - John Zerzan



"(...) passamos a nossa vida frente ao monitor. Somos viciados neste tipo de interação, suponho que pelo nível de desamparo existente. Hoje um amigo é alguém que provavelmente nunca viste em pessoa, vamos a todos os lados com o telefone celular no ouvido. Parece que ninguém quer estar presente neste mundo devastado, estamos sempre noutro lugar. Mas não existe outro lugar."

sábado, 27 de março de 2010

Resenha - Livro "Wildfire", de Sonia Johnson




Acabo de ler um livro muito importante para minha formação diânica: Wildfire, de Sonia Johnson. Apesar de tê-lo achado muito agressivo, como nas partes em que ela fala que todos os nossos filhos, homens, são monstros e em outra em que ela diz que aids é doença de homossexual – ok, esse livro foi escrito na década de 1980 (rs) –, creio que é um livro muito inspirador, já que a idéia central dele é “fingirmos” que o patriarcado não existe para tentarmos criar uma realidade nova e diferente para as mulheres.

Como a própria autora diz, é um livro para quem quer se tornar livre e, segundo ela, primeiro precisamos nos libertar para depois ajudar a libertar a mente das outras pessoas. Precisamos nos desprogramar de toda a lavagem cerebral que o patriarcalismo nos causou.

Por exemplo, o patriarcado nos ensinou a enxergar que a realidade está fora de nós, quando Sonia explica que a realidade, na verdade, está dentro de nós. Somos nós quem criamos essa realidade a partir de nossas expectativas e crenças, a partir daquilo que percebemos como possível. Portanto, segundo ela, no mesmo instante em que o patriarcalismo não estiver mais vivo em nossos corações e mentes, ele também não existirá mais como realidade.

Sonia faz ótimas observações sobre a militância feminista que realmente me surpreenderam. Por exemplo, diz que a resistência é uma forma de reconhecimento e de aceitação do fato de que não possuímos poder algum. Um simples exemplo de como nossos corpos não são de fato nossos é entregarmos a saúde de nossos órgãos a ginecologistas homens.

Lutamos para que as mulheres tenham direitos, no entanto não paramos para pensar que o sistema legal foi feito para manter o patriarcalismo intacto, já que as leis são feitas por homens. (Apesar de eu não votar, acredito que aqui se justifique a intenção de colocar mais mulheres na política. Aliás, numa pequenina nota de rodapé, Sonia diz que “se o voto mudasse alguma coisa, ele seria ilegal”.)

Johnson diz que o sistema tirânico que existe, de dominação das mulheres por parte dos homens, é um acordo, e que ambas as partes seguem-no “com dedicação”. Sendo assim, só conseguiremos ser livres no momento em que nós mesmas nos libertarmos.
A solução, segundo a autora, é: precisamos nos comportar como se o patriarcado não mais existisse agora, pois um dos crimes mais cruéis deste foi nos ensinar a projetar nossos pensamentos no futuro, em algo que ainda não existe. O futuro só será como queremos se agirmos como queremos que ele seja AGORA.

Uma das questões discutidas no livro, para a qual eu nunca havia tido uma resposta até agora, é o fato de algumas mulheres apanharem dos maridos e ainda assim não os abandonarem. Sei que há uma questão financeira atrás desse fato, na maioria das vezes, mas nunca entendi bem a questão psicológica, que semprei achei que existia. Ela explica que esse homem isola a mulher, para que ela só possa perceber a perspectiva dele e, quando ela sofre, mesmo que esse mesmo homem bata nela, como ela não tem nenhum outro de relacionamento para apoiá-la, como vítima, ela se agarra ao aspecto apoiador e positivo do marido.

Um outro mito interessante que a autora tenta desfazer é o da igualdade. Lutamos tanto por ela, mas toda igualdade requer comparação primeiro, e a comparação significa colocar-se diante de padrões externos, feitos por outras pessoas. Na opinião da autora, o conceito de igualdade é profundamente patriarcal e só é possível para mentes “dualísticas”.

Todos reconhecem que a mulher, atualmente, desempenha diversas tarefas, como a de mãe, profissional e amante. Esquecemo-nos, porém, que esse auto-sacrifício nos foi também imposto pelo patriarcado. Matar-se de trabalhar para ganhar dinheiro ou se matar para cuidar dos outros não são atos tão inocentes assim. A falta de tempo de que todos andamos reclamando tanto tem seu motivo, mesmo que oculto, de ser: manter todos aprisionados ao sistema patriarcal.

Precisamos parar de nos comportar como homens e aceitar que somos diferentes. Precisamos deixar de lado a culpa que o patriarcado colocou por sobre as mães. Precisamos começar a ouvir nossas próprias vozes novamente. O poder está dentro de nós. Só nós mesmas podemos mudar o mundo. Se não começarmos a nos levar a sério, ninguém o fará.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Sorteio - The Herb Companion


Os sorteios são muito comuns nos blogs lá de fora e tenho visto que a tendência tem se repetido aqui no Brasil.

Fui para os EUA em fevereiro e comprei um exemplar da revista The Herb Companion, da qual sou assinante e, ao chegar em casa, para minha surpresa, minha assinatura ainda não havia acabado e fiquei com dois exemplares da mesma revista.

Sendo assim, farei um sorteio dessa revista fofa, totalmente colorida, sobre o mundo das ervas, em inglês.

Para participar, deixe um comentário com:

1) um número, começando do 001
2) seu nome
3) seu e-mail

Os comentários sem essas três informações não participarão do sorteio. E quem twittar sobre o sorteio concorre duas vezes: basta deixar um comentário com a numeração sequencial e o link do twitter onde foi postado sobre o sorteio.

Boa sorte!

SORTEIO EM 27/4/2010

sábado, 13 de março de 2010

Lua Nova em Peixes - 15/03/2010

LUA NOVA EM PEIXES

Como sempre, a Lua Nova é um tempo propício a iniciar novos projetos e renovar sonhos. Uma caracterísitica dessa Lua Nova em Peixes é que ela é a última lunação antes do ano novo astrológico e também do outono, o que faz com que este seja um momento realmente iniciático.

Sendo Peixes um signo de Água, as principais energias desta Lua Nova são a espiritualidade e a compaixão. Sem dúvida, é um bom período para nos mantermos conectadas ao nosso próprio corpo (no meu caso, presto bastante atenção a minha respiração) e honrar nossos sentimentos.

Esta Lua Nova traz uma previsão de mudanças. Podemos ter um insight que desperte um sonho ou uma experiência surpreendente que nos leva em uma nova direção. Também estamos particularmente sintonizadas com o sofrimento alheio neste período, e nossa própria dor pode parecer mais aguda agora.

sábado, 6 de março de 2010

"Blogagem Coletiva '100 anos de Dia Internacional da Mulher - Celebrar o quê?'"



Eu mesma, como feminista que sou há muitos anos, já me vi questionando a mim mesma sobre a importância dessa data.

Ontem, porém, quando eu ainda nem sabia o que iria escrever para esta blogagem coletiva iniciada pela Yoni, do Alma Rubra, aconteceu algo que me deixou chateada.

Um moço, que começou a me seguir no Twitter há algum tempo, e com quem percebi ter algumas afinidades, começou a escrever sobre o Dr. Elsimar Coutinho. Eu, como ativista menstrual que me sinto, disse que muitos médicos e muitas mulheres não gostavam desse médico e, ao longo da conversa que tivemos por esta rede social, eu fui chamada, direta e indiretamente, de:

* SEXISTA

* PRECONCEITUOSA

* PARANÓICA

* SECTARISTA

* PANFLETÁRIA

Não sei se preciso dizer que fiquei irritadíssima com o moço. Fui dormir chateada até.

Mas hoje acordei melhor e pensei: é por estas e outras que ainda precisamos celebrar o 8 de março. E tenho dito.

terça-feira, 2 de março de 2010

Chá verde Pode Combater Miomas Uterinos


Chá verde Pode Combater Miomas Uterinos
Cathy Wong - http://www.about.com/

Uma nova pesquisa mostra que o extrato de chá verde pode ajudar no tratamento de miomas e tumores benignos, que podem afetar até três de cada quatro mulheres em idade fértil. Embora os miomas uterinos não estejam associados a um risco aumentado de câncer, podem levar a uma grande quantidade de sangramento menstrual, a um prolongado período menstrual, dor pélvica, obstipação e vários outros sintomas.

O estudo envolveu 20 ratos, em cada um dos quais foi injetado fibroma de células. Dez dos ratos receberam água pura, enquanto os outros dez receberam água misturada com epigalocatequinagalato (ou EGCG, um composto encontrado no chá verde). Ao final do estudo de oito semanas, o tratamento com EGCG parece ter reduzido drasticamente o volume e o peso dos miomas.

Rico em antioxidantes, acredita-se que o chá verde ajude a proteger contra uma série de problemas de saúde femininos (incluindo o câncer da mama e a displasia cervical), por meio em estudos publicados anteriormente.

Tradução: Danielle Sales.