domingo, 19 de dezembro de 2010

A menstruação, por Z Budapest

Ei-la no seu civilizado escritório; à sua volta, papéis e telefones que não param de tocar. E, bem no momento que quer esquecer o corpo e penetrar no reino da mente, sente algo úmido e quente entre as pernas. Ficou menstruada.

A Mulher Selvagem está em pleno vigor. Tenho uma amiga, Margaret, que costuma pendurar um calendário na parede do escritório e assinalar os dias de seu período menstrual com lápis vermelho. Isto significa afirmar de forma respeitosa e enérgica: “Sim, eu fico menstruada”. Quando escondemos as coisas, elas parecem anormais. Mas se as encaramos abertamente, elas são aceitas com mais facilidade. Isso requer muita coragem.

Uma outra amiga, Lilian, reclamou que, toda vez que opinava com firmeza sobre algum assunto concernente ao trabalho, um colega a acusava de estar “naqueles dias”. Fazer comentários sobre o período menstrual sem nosso consentimento é assédio sexual. Quando os homens usam o sangue da sua menstruação contra você mesma, estão expressando o medo de sua natureza cíclica emocional feminina. Os dias do período menstrual são os melhores para realizarmos feitiços, porque nesses dias a Mulher Selvagem está mais forte. E você está cheia de energia emocional, o verdadeiro combustível da feitiçaria. Portanto, descubra um novo feitiço a cada menstruação e torne sua vida mais fácil.

Para regular o fluxo menstrual, tome chá de ervas, como confrei, mil-em-rama, camomila e o sempre indicado chá de framboesa. As lojas de produtos naturais sempre têm boas misturas de ervas próprias para esse período. Experimente-as, e você se sentirá muito mais animada.

No primeiro dia de menstruação, acenda uma velha vermelha e recite o seguinte encantamento:

Este é o sangue que dá vida,
Este é o sangue que contém a memória dos meus antepassados
Este é o sangue que vai curar minha alma
Este é o sangue da mãe que dá vida a todos.


Em seguida, tome uma xícara de chá de framboesa, visualizando o útero e os ovários cheios de saúde e bem-estar. Leve a vela para o banheiro e tome um banho quente; acaricie-se sob a luz rosada da chama. Quando estiver relaxada, repita:

Este é o sangue que me conecta à minha força
Este é o sangue da Deusa, que cura todas as feridas
Este é o meu sangue, o sangue do meu desvario
Eu dou à luz a mim mesma.


Celebre todos os dias da menstruação com banhos, palavras e chás quentes, durma em travesseiros perfumados e sonhe. Coma batata-doce assada para ajudar a equilibrar os hormônios. Sinta-se importante, conectada com a Lua e, portanto, com todo o universo.

BUDAPEST, Zsuzsana E. A Deusa no Escritório. Tradução Vera Palma. São Paulo: Summus, 1996, p. 21-22.

[Os grifos no texto são meus. Em relação ao chá de framboesa, uso o chá de amora. Caso queira ter acesso a arquivos sobre menstruação, associe-se à lista de discussão Ciclos Naturais Femininos enviando e-mail para ciclosnaturaisfemininos-subscribe@yahoogrupos.com.br]

5 comentários:

Elaine disse...

Ola Mulher Verde. Estava sobrevoando os blogs a procura de paganismo, culinária, bruxas e achei o seu.

Sou sua seguidora e convido-a a conhecer o meu blog wwwlarencantado.blogspot.com

Bençãos plenas,

Elaine

DaniNeves disse...

Oie Verdinha!
Tenho procurado o chá de framboesa há um tempo, mas não encontro. Tb faço uso do chá de amora... mas realmente gostaria de provar o framboesa, faz ideia de onde posso achar?
PS: estou em Sampa
Beijocas

([säm]) disse...

Nossa que d+ esses versos! Da próxima vez que eu menstruar vou seguir sua dica *-*

O único chá que eu tomo é o de camomila...pq tenho muita cólica =/

Mas vou testar os que vc indicou =)

Beijos e bençãos da Senhora

Green Womyn disse...

Dani, eu acho que, de framboesa, só nos EUA mesmo. Se eu descobrir algum lugar aqui em SP (também moro aqui), te falo, tá?

Beijo e obrigada pela visita!

(Ah, eu tb sou Dani, somos xarás!)

Ariany (Dhanna) disse...

Dany, vc usa a folha de amora?