sábado, 16 de janeiro de 2016

10 Usos Mágicos para o Alecrim




1. Plante alecrim na frente da sua casa para que ele proteja o imóvel e as pessoas e animais que vivem dentro dele.

2. Use óleo essencial de alecrim para fazer a limpeza e a consagração de objetos mágicos, cristais e pedras.

3. Peça ao alecrim que abençoe sua comida enquanto estiver fazendo feitiços de amor em sua cozinha de bruxa.

4.  Use alecrim durante o período de provas na escola para melhorar a memória.

5.  Inclua o alecrim em rituais mágicos de verão, já que ele é regido pelo sol.

6.  Queime o alecrim em rituais de purificação.

7.  Inclua o alecrim em sachês para aumentar a fertilidade.

8.  Faça uma oferenda com alecrim para a deusa romana Vênus.


9.  Crie uma coroa de alecrim para seu handfasting ou qualquer outra cerimônia de casamento.

10.  Adicione o alecrim em incensos para fazer a purificação de seu lar.

Traduzido e adaptado de: http://moodymoons.com/2016/01/07/10-magical-uses-for-rosemary/

sábado, 9 de janeiro de 2016

Lua Nova em Capricórnio e reflexões para 2016

Eu sempre brinco que ser bruxa é bom porque temos ao menos três anos anos para comemorar: aquele do calendário gregoriano, o ano novo astrológico e o Dia das Bruxas. :-)

Além disso, temos ainda o período da Lua Nova para começar tudo de novo. E, hoje, temos uma em Capricórnio, que é super favorável para fazermos planos e lançarmos as bases de nossos projetos pessoais.

Como estamos no inicinho de janeiro, preparei uma lista para fazer minhas reflexões para 2016 e gostaria de dividi-la com vocês. Lá vai:

·                O que estou celebrando agora, neste exato momento?
·                O que aconteceu de bom para mim em 2015?
·                O que estou deixando para trás, ou seja, que não aconteceu conforme o esperado?
·                O que eu quero que aconteça em minha vida em 2016?
·                Como posso melhorar minha qualidade de vida neste ano?
·                O que fazer para ter mais felicidade (ou paz, ou saúde, ou prosperidade, ou seja lá o que for) em 2016?

Estas são perguntas norteadoras, mas você pode fazer outras, é claro.


Um ótimo 2016 (em que acontecerão coisas boas e ruins, obviamente) e que sua jornada seja a mais proveitosa possível!

domingo, 3 de janeiro de 2016

Margarida - Minha flor para 2016




Para 2016, minha flor será a margarida. Sim, aquelas florezinhas pequenas, delicadas, brancas e amarelas. Que se assemelha um pouco a uma das minhas ervas preferidas, a camomila (ambas são do mesmo gênero, por isso são tão parecidas). Uma flor solar para um ano solar, que começa de fato daqui a poucos meses. Uma flor que indica autoconfiança e estimula a autoexpressão.

Trata-se de uma planta de gênero feminino, cujo planeta é Vênus e o elemento é a água. Não surpreendentemente, representa Freya (minha deusa do coração) e Ártemis.

Uma curiosidade interessante sobre essa erva é que seu primeiro nome científico (Bellis perennis), "bellis", significa guerra em grego, porque esta planta era usada para desinfetar as feridas dos soldados em combate.

De acordo com Scott Cunningham, em seu livro sobre herbalismo mágico, a pessoa que recolher a primeira margarida da estação será “possuída” por um espírito indomável de sedução!

Ele também afirma que dormir com uma raiz de margarida embaixo do travesseiro faz com que se sonhe com a pessoa amada e faz com que ela, se estiver ausente, volte para você.

É a flor das divinações de amor por excelência. Tenho certeza de que você já brincou de “bem-me-quer, mal-me-quer” com as pétalas de uma margarida quando era pequena e nem sabia que isso já era uma forma de divinação que data da época vitoriana.

Vou ensinar mais uma forma de divinação de amor agora: para saber em quantos anos vai se casar, feche os olhos e colha um bocado de grama e margaridas. A quantidade de margaridas que vier em sua mão indicará o número de anos em que vai se casar.

A margarida é associada a Beltane e diz-se que atrai fadas. Ideal para festejar o início da primavera e também do verão. Já na tradição cristã, a margarida representa a inocência e é associada à Virgem Maria e ao Menino Jesus.

Na antiga linguagem das flores, significa "responderei em um dia ou dois", motivo pelo qual passou a significar também "atraso".

No Oráculo das Flores, diz-se o seguinte:

Alegre e extrovertida, a singela margarida é um exemplo de amor à vida. Ela se abre ao sol cheia de energia, iluminando nossos jardins. Um lembrete de que a luz volta depois de uma noite escura. Celebre com entusiasmo a vida que floresce a cada manhã.

Sem dúvida, é uma flor do amor. Do amor próprio, do amor à vida, da paixão, da alegria. Espero que eu tenha um 2016 de muito amor, primeiro por mim mesma e depois pelas outras pessoas. Porque não é possível amar os outros se você não se amar primeiro.

Por fim, as dicas da margarida são: aprenda a aceitar seu poder pessoal, seja uma pessoa menos sisuda e tente expressar seus desejos mais abertamente.


sábado, 19 de dezembro de 2015

Banhos para 2016

Olá! Chegou aquela época que vocês adoram, em que eu começo a preparar os banhos para a chegada do próximo ano e, é claro, divido sempre a receita com vocês que me leem. 

Este ano, preparei três banhos. Veja a receita de cada um deles a seguir:

Banho para despertar o feminino

Rosa vemelha
Artemísia
Damiana
(com óleo essencial de palmarosa ou artemísia, a depender dos objetivos que se tiver em mente; o óleo essencial de artemísia é especial para mulheres que trabalham com divinação)




Banho para prosperidade

Erva-doce
Cravo
Calêndula
Louro





Banho para limpeza energética

Sal grosso
Alecrim
Óleo essencial de alecrim
(para limpezas mais fortes, acrescentar guiné)




Espero que tenham gostado dessas sugestões de banho. Muita gente me escreve dizendo que não encontra as ervas, ou que não tem um fornecedor de ervas de qualidade, ou que não quer comprar grandes quantidades de ervas, ou que simplesmente não têm paciência e/ou dom para fazer os banhos.

Então, este ano temos uma novidade para vocês: eles agora também estão sendo vendidos. Para saber mais, escreva para doitherself@gmail.com. Despacho para todo o Brasil pelos correios.

Um beijo e um ótimo 2016 para tod@s com muita paz, saúde, prosperidade, alegria e amor! 



sábado, 12 de dezembro de 2015

Meditação com as ervas

Se você quiser ter um relacionamento "mais sério" com as plantas, eu recomendo muito que faça uma meditação com elas frequentemente. Não sabe como fazer? Eu ensino a partir de agora.



Em um local calmo e tranquilo, sente-se ou deite-se de frente para sua erva ou planta. Observe-a bem utilizando todos os seus sentidos. Veja o local onde ela cresce e as plantas que estão à sua volta. Preste atenção ao seu tamanho, cor,  cheiro, gosto (mas só experimente a erva se tiver certeza de que ela não é tóxica!). 

Toque-a e tente sentir se sua energia é quente ou fria, se é lisa ou rugosa etc. Observe seus veios e como eles se organizam.

Esse é um estágio de reconhecimento da erva, uma forma especial de se reconectar com ela.

Agora, feche os olhos e respire junto com sua erva. Imagine que ela também está respirando e você está absorvendo o ar que vem dela, como se estivessem trocando o ar entre vocês. Dessa maneira, tente se conectar totalmente com a erva.

É interessante que você faça esse exercício de respiração, como se fosse uma meditação mesmo, por ao menos 5 minutos todos os dias. 

Essa meditação é mais efetiva se for feita com plantas de pequeno e médio porte. Você pode fazer essa meditação com árvores, mas já li que o tempo delas de inspiração e expiração é muito mais lento que o nosso (o que não significa que elas não possam "trocar" conosco).

Depois da meditação, é importante que você reflita sobre algumas questões:

1) Escreva o que você notou sobre esta erva.

2) Tente desenhar a erva com a qual você trabalhou.

3) A cada dia que passa, você consegue notar coisas diferentes sobre essa erva?

4) Como está seu relacionamento com a erva? O que você observa depois de um tempo meditando com ela e que não percebia anteriormente?

5) O gosto dela lhe lembra alguma coisa?

Depois que você desenvolver uma certa intimidade com a erva, faça perguntas a ela. Pergunte seu nome, o que ela gostaria que você fizesse com ela. Você pode dar presentes para sua nova amiga, por exemplo, como pedras.

Estas práticas são muito interessantes para conhecer melhor as ervas e estabelecer um relacionamento com elas. Para mim, as informações que você procura sobre determinadas plantas nos livros são importantes, mas é muito compensador conhecê-las também por meio dessa vivência.

Se você estiver dispost@ e fizer esses exercícios, me conta como foi depois? Quero muito conhecer sua experiência!


domingo, 6 de dezembro de 2015

Erva do ano de 2016 - Pimenta

E, para minha surpresa, a erva do ano de 2016, eleita pela International Herb Association (Associação Internacional das Ervas), é a pimenta (Capsicum spp)

Em 2016, então, que nossa vida seja bem apimentada!



Confesso que não sou chegada em pimentas, mas minha mãe adora.

E você? Gosta de pimentas? De que tipo? Como usa? 

Você planta pimenta? Quer deixar dicas de cultivo para os leitores do blog?

Deixe seu comentário aqui embaixo!


domingo, 29 de novembro de 2015

Indicação de Livro # 1

Bom dia!

Vira e mexe pessoas que estão começando a aprender sobre herbalismo me pedem indicações de livro, então vou começar a fazer isso aqui no blog agora. O primeiro será um livro pequeno, mas cheio de sabedoria: "Elementos do Herbalismo", de David Hoffman.



Este livro foi publicado pela Ediouro em 1993, então muito provavelmente você só vai achá-lo em sebos (inclusive os virtuais, como Estante Virtual e Livronauta, os quais recomendo fortemente).

Nesse livro você vai aprender o conceito de herbalismo, onde encontrar as ervas para preparar remédios, como prepará-las e usá-las.

Particularmente, gosto muito do trecho em que ele ensina sobre a valeriana e as maneiras de se fazer tinturas.

O ponto negativo é que, por se tratar de um livro traduzido, ele traz algumas ervas que não estão disponíveis no Brasil, mas a grande maioria delas você acha sem problemas.




quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Cunt Coloring Book para baixar

Quando essa febre dos livros de colorir nem sonhava em existir, a titia aqui já havia importado dois deles. Mas não esses livros de colorir fofinhos, de bichinhos, jardins etc. Eu comprei o Girls Will Be Boys Will Be Girls, numa edição mais antiga, com capa amarela. Hoje existe uma versão nova, que você pode até comprar pela Amazon, com a capa bem mais bonitinha. O objetivo desse livro de colorir é desconstruir os papéis de gênero tradicionais por meio de 32 imagens para colorir. 

O outro livro de colorir que comprei na época se chamava Cunt Coloring Book, um livro recheado de imagens de vaginas (ou xerecas ou pepecas, como você quiser chamar) para colorir. O livro foi criado por Tee Corine, autora e fotógrafa que, infelizmente, faleceu em 2006.

Este último livro também está disponível para compra na Amazon, mas outro dia chegou até mim um PDF com o livro completo e, como sou a favor de que as mulheres conheçam seu corpo, eu vou disponibilizá-lo para você neste link.

Espero que ele lhe seja útil e que você possa ter bons momentos pintando e conhecendo um pouco mais sobre o corpo feminino.


domingo, 8 de novembro de 2015

Infusor de chá

Tenho estudado bastante e, por isso, há poucas atualizações no blog. Vim aqui apenas para mostrar a vocês um lindo mimo que achei numa loja Daiso aqui em São Paulo: um apetrecho para infusões. 

Vejam que lindo ele é!



E o pratinho de baixo ainda é solto, gente! Veja a foto a seguir.



Custou só R$ 6,99 (e eu já vi infusor de chá por aí 
até por R$ 50,00!)

domingo, 18 de outubro de 2015

Propriedades medicinais da sálvia




Como eu já escrevi em outros posts, a sálvia que costumamos utilizar (Salvia officinallis) é originária do Mediterrâneo. Existem ainda uma sálvia chinesa (danshen), de raiz vermelha, cujo nome científico é S. mitiorrhiza, e a sálvia branca (Salvia apiana), que é nativa dos Estados Unidos. A sálvia branca era bastante utilizada pelos índios norte-americanos na alimentação, em remédios caseiros e também como incense com fins espirituais. Hoje, você acha sálvia branca seca para usar como incenso com muita facilidade. (Se você se interessa por essa parte mais espiritual, aguarde o próximo post, que vai falar especificamente disso!)

Uma das características da sálvia de que pouca gente fala é que ela também ajuda a reduzir os níveis de açúcar no sangue. Além disso, ela auxilia na redução e supressão de suor excessivo (motivo pelo qual é utilizada em alguns desodorantes naturais).

Além de diminuir o suor, ela também diminui outros fluidos corporais, como leite materno e saliva. Portanto, evite a sálvia se estiver amamentando.

Você agora deve estar se perguntando: mas por que alguém vai querer ter a saliva diminuída? Há doenças, como o mal de Parkinson, em que a salivação é bastante excessiva, e é aí que a sálvia pode ajudar.

Aliás, a sálvia, por ser uma erva estimulante, também pode estimular o útero, fazendo com que desça a menstruação. Então, se estiver grávida, já sabe: evite a sálvia.

Ainda nos cuidados com a saúde feminina, a sálvia ajuda a diminuir os episódios de calor excessivo em mulheres menopáusicas e aumenta a produção de estrógeno.

Também estimula o fluxo da bile, melhorando as funções do fígado.

Além de tudo isso, a sálvia é antibactericida, anticatarral, antimicrobiana, antisséptica, antiespasmódica, adstringente, vasodilatora e estimula o sistema circulatório.


Contraindicações: Já disse aqui em cima que mulheres que estão amamentando e mulheres grávidas devem evitar a sálvia. Uma outra contraindicação seria sua utilização por elipépticos, pois a sálvia contém uma substância que pode acionar as crises.