sábado, 21 de setembro de 2013

Baunilha - Curiosidades e propriedades mágicas




Nomes científicos: Vanilla planifolia, V. Pompona, V. Planifolia, V. tahitensis

Elementos: água, fogo, ar

Gênero: feminino

Planetas: Vênus, Júpiter, Mercúrio

Direções: norte/leste

Deusas: Felicitas, Fortuna, As Musas, Brighid, Amaterasu, Artemis Calliste, Atena, Bast, Maya, Minerva, Phoebe, Sunna

Propriedades mágicas: amor, luxúria, poderes mentais, sexo, energia física, energia mágica, paixão, lua nova

Cores: verde e dourado

Dias da semana: domingo, quarta-feira, quinta-feira e sexta-feira

Corpo: sono

Mente: solidão, amor, monogamia, popularidade, estresse

Espírito: amor


Quem nunca curtiu aquele gostinho de baunilha da essência que ia na receita do pudim ou do bolo? Aliás, você sabia que existe diferença entre essência e extrato de baunilha? A essência vem naquele potinho plástico ou de vidro e é industrializada; o extrato é obtido através da maceração da baunilha em álcool.

Não sei se todos os leitores sabem, mas a baunilha, na verdade, é o fruto de uma orquídea. O nome científico, vanilla, significa “pequena vagina”, por conta da forma sugestiva dessa flor.



As flores dessa orquídea se abrem apenas uma vez por ano e sua polinização é feita a mão. Sabe-se que apenas um tipo de abelha faz a polinização da baunilha, a chamada Eulaema meriana. Por esse método, mais natural, a chance de polinização da baunilha é de apenas 1%, motivo pelo qual é mais interessante que ela seja polinizada artificialmente pelas mãos humanas.

Até chegarem ao que conhecemos por favas de baunilha, elas são cozidas e depois embaladas em tecidos para suar. Depois dessa fase, diariamente, por um período de três semanas, elas são expostas ao sol por várias horas. Depois disso é que o odor característico da baunilha começa a aparecer. Por mais três semanas elas são postas para secar novamente. Por conta de todo esse processo e de suas peculiaridades é que a baunilha é considerada a especiaria mais cara depois do acafrão.

Os astecas foram os primeiros a utilizar a baunilha, adicionada ao chocolate e, depois disso, ela foi exportada para a Europa.

Diz-se que o odor da baunilha é o que mais se aproxima do leite materno e, por isso, cheirá-la ou ingeri-la tem efeito calmante e ajuda a trazer à memória as recordações de infância.

Usada em feitiços de amor, a baunilha também é utilizada como amuleto para aumentar os poderes mentais, e suas flores púrpuras são usadas em sachês afrodisíacos para aumentar a paixão. Também pode ser usada para ter algum tipo de poder sobre outras pessoas, para aumentar o desejo sexual e para melhorar a vitalidade das pessoas.

Afrodisíaca, é considerada estimulante e auxilia a melhorar o humor. Ela é considerada afrodisíaca porque, na verdade, sua ingestão provoca uma espécie de irritação uretral, o que costuma estimular a consciência em relação aos órgãos genitais. É muito utilizada em poções do amor e também em casos de baixa libido.

A baunilha é associada ao amor, à luxúria, aos poderes paranormais. Para sachês e feitiços de amor, recomenda-se utilizar açúcar com a baunilha.

São muitas as histórias que envolvem a baunilha. Por exemplo, acreditava-se que, se uma mulher colocasse algumas gotas de tintura de baunilha atrás da orelha, ela atrairia muitos homens. A lenda também diz que Xanat, a jovem filha da deusa mexicana da fertilidade, se apaixonou por um jovem (algumas fontes dizem que ele se chamava Totonac, mas desconfio que era um jovem do povo totonaca). Como não era possível se casar com ele, por conta de sua natureza divina, ela se transformou numa planta que traria prazer e felicidade. Até hoje, os totonacas celebram o festival da baunilha no fim da primavera.

A fragrância da baunilha revitaliza o corpo e produz energia bioelétrica, que pode ser canalizada para rituais mágicos. Por isso, quando precisar de algum esforço extra, inale a baunilha solicitando à planta vigor e proteção.


Por fim, uma dica: não use baunilha artificial (essência) em seus feitiços, pois será considerada inerte e não terá efeito. Use apenas a baunilha seca ou extrato de baunilha.

6 comentários:

Priscilah disse...

Adorei Dani, sou amante de baunilha!

Green Womyn disse...

Pri, tô indo morar perto de ti em breve. Logo podemos fazer uma "tarde de baunilha" cheia de gostosuras, hein?

:-D

Priscilah disse...

Nossa que D+!!! Fico muito feliz por esta notícia :)

heloisa de mesquita inoue disse...

Eu tenho varias orquideas de baunilha, só que nunca floriram...

Green Womyn disse...

Heloisa, vou ver se descubro alguma coisa e te informo aqui nos comentários, tá? Beijo!

Anônimo disse...

Oi, passei, que bom que tudo continua... parabéns.
Guerrilha Jardim
Zinum San