terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Primeira leitura de 2012: "Andar a pé", de Thoreau




Minha primeira leitura, em 2012, foi o livreto "Andar a pé", de Thoreau. Há muitos e muitos anos li um outro livro desse autor, chamado "Desobediência Civil", como boa anarquista que sou, e agora começo a ler suas outras obras.

Também já está na minha fila de leitura o livro "Walden" (do mesmo autor), na nova tradução feita pela Denise Bottmann e publicada pela L&PM.

Para deixar vocês com gostinho de água na boca, selecionei três frases desse livrinho de apenas 60 páginas:

"A vida compreende-se na rusticidade. O mais vivo é o mais selvagem."

"(...) considero o homem como um habitante da natureza, ou parte e parcela dela, e não como um elemento da sociedade."

"A natureza é uma personalidade tão vasta e universal que jamais vimos algo de tal feição."


Ficou com vontade de ler? Você pode baixá-lo neste link!

Um comentário:

Mãe Terra, Estamos Aqui... disse...

Olá, mas uma mulher verde chegando para unir forças, adorei o seu Blog...Beijos Floridos...