domingo, 7 de junho de 2009

Juliette de Levy Bairacli


Faleceu, na semana passada, no dia 28 de maio, uma grande herbalista norte-americana: Juliette de Levy Bairacli.

Eu não conhecia o trabalho dela. Até que um dia, fuçando na página de uma das minhas herbalistas preferidas, Susun Weed, cheguei até seus livros e li um pouco de sua história.


Juliette nasceu em 1912 e se foi sem dores. Sou grata a esta mulher por ter deixado ao menos cinco ous seis livros publicados, além de um vídeo.

Para quem curte os bichinhos, Juliette foi pioneira em tratamentos herbais para animais.

Neste ano, também faleceu um renomado herbalista chamado Michael Moore (homônimo do documentarista norte-americano especializado em criticar a cultura norte-americana). Se quiser ler uma homenagem de Kiva Rose, herbalista da qual também gosto muito do trabalho, clique aqui.

Dois grandes herbalistas mortos em um só ano? Muito triste...

Mas também me entristece saber que no Brasil não há pessoas como eles. Sei que aqui os grandes herbalistas são pessoas simples, que moram no mato e herdaram a tradição de suas famílias, mas gostaria de ver também pessoas que sistematizessem seu trabalho com ervas, escrevendo livros, oferecendo as tais das herb walks (caminhadas em que o herbalista vai identificando cada erva e explicando para o que elas servem, além de dar dicas sobre ecologia etc.), criando escolas de herbalismo...
O herbalismo perdeu duas grandes figuras este ano [o anarquismo também, já que meu querido amigo Edgar Rodrigues se foi em 14 de maio deste ano, dia em que meu filho faz aniversário]. Dividiram tudo o que sabiam, e agora cabe às gerações mais jovens continuar o trabalho dos pioneiros.

10 comentários:

Inês disse...

Dani, achei ótimo o seu post e o registro dos falecimentos. Eu mesma, apesar de adorar o trato com ervas, não conhecia essas pessoas. Vou procurar pra estudar um pouco mais!

Aliás, vc podia fazer um perfilzinho de alguns deles. Sei que às vezes é mala ficar sugerindo pauta, mas eu sou leitora do seu blog e posso, né? rs

Beijos!

Nadja Saori disse...

Gostei do post, eu não conhecia esses herbalistas, aliás, pouco conheço do mundo verde... mas sempre curti aprender sobre isso!!!
Então, tenho uma pergunta... vc conheça algum tratamento com ervas para caspa e seborréia???
Remédios não andam funcionando... hehehehe

Beijão e obrigada por retornar a visita !!! adoro receber comments no meu blog :)

anfibia disse...

pois é dani, o conhecimento dos herbalistas tem que ser divulgado e valorizado.
vc sabia que a arnica está em extinção? de tanto ser extraída da natureza, já existe ameaça de extinção e o mais absurdo é que ninguém consegue descobrir como cultiva-la. informação da revista globo rural de maio...
ninguém fala em extinção de espécies da flora...

Luciana Onofre disse...

há aqui em são luis uma herbalista, professora da ufma, dra. teresinha rego, é uma dádiva e aberta ao ensino do público leigo sempre que solicitada ;)

Bruma Artio disse...

É, pessoas iluminadas vão passando pela Terra e deixando seus rastros de luz. Amei a idéia de ter escrito sobre pessoas assim.
Eu passei aqui para lhe agradecer pelo comentário, e fiquei um tempão lendo seu lindo e útil blog, já até me fiz seguidora.
Você é uma Bruxa perfeita, tem uma alma linda.
Parabéns pelo lindo blog.

Green Womyn disse...

Inês, sugestão anotada! Logo vc vai algo sobre aqui...

Green Womyn disse...

Anfibia, sabia da questão da arnica sim. Nessas herb walks, os herbalistas sempre mostram as plantas, mas não colhem se não houver necessidade.

Eis um ótimo tópico para discutir aqui, aguarde-me!

Green Womyn disse...

Nadja, tenho material sobre esse assunto sim, vou postar aqui logo, logo! Se eu não o fizer, cobre-me please!

Green Womyn disse...

Lu, vou procurar pesquisar mais a respeito da Teresinha Rego, quem sabe ela não nos indica mais herbalistas brazucas?

Beijo e obrigada pela dica!

Green Womyn disse...

Bruma, uma "bruxa perfeita"? Ai, obrigada pelo elogio, fiquei até com vergonha (rs).

Mas, de verdade, ainda tenho muita coisa a melhorar por aqui!

Beijos e obrigada pela visita!